UOL Notícias Notícias
 

19/11/2007 - 12h05

Telebras dispara mais de 40%, após forte alta na 6ª feira

São Paulo - As ações ordinárias (ON) da Telebrás disparavam 42% e as preferenciais (PN) subiam 48%, às 11h55, após terem disparado mais de 200% na sexta-feira passada. A Bolsa de Valores de São Paulo decidiu não suspender os negócios com as ações no pregão de hoje. A Telebrás pediu bloqueio de transação, após ter sido consultada pela Bovespa a respeito da forte alta de seus papéis na sexta-feira.

Segundo o ministro das Comunicações, Hélio Costa, nos próximos dias o governo anunciará medidas com o objetivo de fornecer infra-estrutura para internet banda larga em todos os municípios brasileiros nos próximos três anos. Uma das possibilidades em estudo seria a de usar a Telebrás para administrar essa estrutura, mas Hélio Costa reconhece que é necessário resolver pendências da Telebrás na Justiça para que ela possa cumprir esse papel.

A empresa disse, em resposta ao questionamento da Bovespa, que tomou conhecimento da notícia via imprensa. "A Telebrás não teve qualquer participação na divulgação da possível declaração do senhor ministro, até porque cabe exclusivamente ao Ministério das Comunicações a formulação das políticas públicas de comunicações", diz o presidente da companhia, Jorge da Motta e Silva, em nota.

Ainda de acordo com ele, como a empresa ou seus dirigentes não deram motivos para as oscilações de suas ações, solicitavam o bloqueio delas para negociação na abertura do pregão da Bovespa, ainda hoje, para permitir aos órgãos competentes e fiscalizadores a apuração da ocorrência atípica.

Aline Cury Zampieri

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host