UOL Notícias Notícias
 

28/12/2007 - 08h44

Maioria dos mercados asiáticos encerra ano em baixa

Tóquio - O assassinato da ex-primeira-ministra do Paquistão, Benazir Bhutto, e as preocupações com a crise das hipotecas subprime nos EUA tiveram forte influência no desempenho das Bolsas do sudeste asiático nesta sexta-feira, dia em que a maioria delas teve seu último pregão do ano.

A Bolsa de Hong Kong registrou baixa no penúltimo pregão do ano (o mercado abre na segunda-feira). O índice Hang Seng Index caiu 472,33 pontos, ou 1,7%, e fechou aos 27.370,60 pontos. As apreensões sobre o possível anúncio de medidas econômicas com o objetivo de esfriar a economia da China, durante o feriado prolongado de quatro dias, atingiram empresas do setor financeiro. As ações da PetroChina também recuaram em razão da cautela sobre sua avaliação. Esses fatores fizeram com que o último dia de negociações do ano fosse encerrado com baixas. O índice Xangai Composto caiu 0,9% e fechou aos 5.261,56 pontos. Já o Shenzhen Composto teve baixa de 0,4% e encerrou aos 1.447,02 pontos. Uma profunda queda na paridade central dólar-yuan levou mais uma vez a moeda chinesa a um recorde de alta em relação à unidade norte americana nesta sexta-feira, último dia do ano de negociações com moedas estrangeiras na China. O yuan encerra 2007 com pouco menos de 7% de valorização contra o dólar ante o início do ano, bem acima das expectativas de apreciação dos analistas no início do período, que eram de 5%. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado a 7,3041 yuans, ante os 7,3175 yuans de ontem.

Em Taiwan, a Bolsa de Taipé teve alta de 1% e fechou aos 8.396,95 pontos, o melhor desempenho do índice Taiwan Weighted desde 12 dezembro. O mercado de ações sul-coreano fechou o último pregão do ano em baixa. O índice Kospi da Bolsa de Seul recuou 0,6% e fechou aos 1.897,13 pontos, encerrando 2007 com valorização acumulada de 32%. O índice PSE Composto, da Bolsa de Manila, nas Filipinas, recuou 1,3% e encerrou aos 3.621,60 pontos, com os investidores realizando lucros em razão da forte queda em Wall Street ontem. O mercado australiano também recuou. Apesar disso, papéis relacionados à indústria do petróleo e de extração de ouro registraram valorização, em razão da elevação dos preços das commodities, resultado do aumento das incertezas geopolíticas. O índice S&P/ASX 200 da Bolsa de Sydney sofreu queda de 0,2% e fechou aos 6.339,9 pontos.

A Bolsa de Cingapura teve a primeira queda em uma semana, na esteira do declínio em Wall Street e ante a ausência de estímulos locais. O índice Straits Times recuou 0,9% e fechou aos 3.445,82 pontos. Na Indonésia, o índice composto da Bolsa de Jacarta cedeu 0,2% e fechou aos 2.745,82 pontos. O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, fechou o ano com alta de 0,7%, encerrando aos 858,10 pontos, acumulando alta de 26,1% em 2007. O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, subiu 0,6% e fechou aos 1.447,04 pontos. As informações são da Dow Jones

Fábio Michel Machado e Priscila Arone

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h49

    -0,09
    3,249
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h52

    0,27
    74.795,78
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host