UOL Notícias Notícias
 

10/11/2008 - 18h33

Índios ocupam prédio de companhia hidrelétrica na BA

Em Salvador
Desde a noite de ontem, 55 índios tuxás ocupam o prédio da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) em Salvador. O grupo, que vive no município de Rodelas, a 547 quilômetros a noroeste da capital baiana, na margem do rio, cobra da empresa indenizações para membros de 90 famílias que tiveram suas terras inundadas pelas águas do São Francisco após a construção da Represa de Itaparica, em 1988. De acordo com os índios, os integrantes da aldeia teriam direito de 1,5 a 3 hectares de terras cada um, como ressarcimento.

Protesto em Salvador

Os donos de barracas do Imbuí, em Salvador, na Bahia, realizaram um protesto em frente à prefeitura nesta segunda-feira (10) para que as estruturas não sejam demolidas. Cerca de 100 fizeram um "apitaço" na Praça Municipal.


Os funcionários da Chesf foram impedidos de trabalhar hoje. Por meio de comunicado, a diretoria informou que a reivindicação é improcedente e que negocia com a liderança do grupo para que a ocupação termine.

De acordo com a direção da Chesf, os acordos firmados com 247 famílias de índios tuxás - à época e há quatro anos, quando foi assinado um termo de ajustamento de conduta entre a empresa e o Ministério Público (MP) - estão sendo cumpridos nos prazos. O que os índios estão reivindicando seria então, segundo a Chesf, um novo benefício, para famílias formadas após a construção da represa.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h50

    0,01
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h56

    0,96
    63.262,05
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host