UOL Notícias Notícias
 

05/03/2009 - 17h58

Acusados de jogar casal de encosta são presos no Rio

Rio - Traficantes da Favela da Rocinha identificaram, espancaram e expulsaram da comunidade os quatro assaltantes que roubaram e jogaram da encosta da Avenida Niemeyer um casal na madruga de ontem, segundo informações da polícia. Dois deles foram baleados pelos criminosos. Uma ligação anônima ao Disque Denúncia, pouco antes das 19 horas, avisou à polícia que o bando estava sendo torturado no alto da Rocinha. Meia hora depois, três deles foram encontrados na Estrada da Gávea por policiais do 23º Batalhão de Polícia Militar com pertences da vítima como documentos, joias e um aparelho celular.

Alexandre dos Santos Oliveira, de 19 anos, foi punido com um tiro na mão direita e o português Antonio Manuel Carvalho Ribeiro, de 33 anos, com um tiro na perna esquerda. Além deles, Thiago Fuastino Apolinário dos Santos, o TH, e Wilson Alves da Silva, o Beiçola, também foram surrados na parte alta da favela. Todos os presos têm passagens na polícia por roubo e furto.

Policiais acreditam que a surra foi motivada porque os assaltantes "assinaram" o crime ao abandonar o carro do empresário Marcelo José de Souza Luiz Viana, de 43 anos, na favela. De acordo com os agentes, eles não foram mortos para evitar uma operação policial de resgate dos corpos. "Os traficantes souberam pela imprensa que haveria uma grande operação policial na Rocinha para localizar os quatro e decidiram entregá-los para evitar a incursão da polícia", disse a delegada adjunta da 14ª Delegacia do Leblon, Leila Goulart.

A delegada afirma que investigará o espancamento dos acusados, mas admite que será difícil, pois os próprios assaltantes negam que tenham sido traficantes os autores do espancamento. "Eles formavam uma quadrilha que atuava há cerca de três meses na zona sul e na Barra da Tijuca (zona oeste) com roubo de carros e sequestros relâmpagos. Não tinham atuação no tráfico de drogas, por isso acredito que a punição foi severa", afirmou a delegada. Os quatro acusados foram indiciados por tentativa de latrocínio, cuja pena pode chegar a 25 anos de prisão.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host