UOL Notícias Notícias
 

13/03/2009 - 13h22

Bolsa amplia queda a 1,31% e dólar sobe a R$ 2,315

São Paulo - Em dia de noticiário mais favorável no tocante à China, o índice Bovespa (Ibovespa) da Bolsa de Valores de São Paulo operava dividido entre o desempenho parcialmente positivo das ações de Petrobras e a queda em Vale, na véspera do vencimento de opções sobre ações. Papéis que integram a carteira teórica do índice, porém de liquidez mais restrita, se destacam em alta nesta sexta-feira, repercutindo resultados financeiros do quarto trimestre ou nova rodada de rumores sobre consolidação, ou ainda recuperando-se de fortes baixas recentes. Dentre as maiores quedas do Ibovespa, destaque para papéis de telecomunicações.

Às 13h16, o Ibovespa exibia queda de 1,31%, aos 38.637 pontos, distanciando-se da máxima de 39.707 pontos (+1,42%) apurada pela manhã. A perda de vigor, segundo operadores, está diretamente relacionada a movimento similar apresentado pelos principais índices acionários norte-americanos. Nos Estados Unidos, o Dow Jones recuou das máximas e perdia 0,50%, o Nasdaq caía 0,97% e o S&P 500 exibia baixa de 0,68%.

No mercado interbancário de câmbio, o dólar comercial era negociado em alta de 0,70%, a R$ 2,315, após ter recuado pela manhã até a taxa de R$ 2,28.

O destaque no mercado doméstico de ações, por enquanto, vai ficando com os papéis preferenciais de Lojas Americanas, que são beneficiados pelo balanço do quarto trimestre melhor do que o esperado e pelos dados do comércio varejista em janeiro, também surpreendentes, divulgados hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A ação era a segunda maior alta do Ibovespa, com 3,5%, após 3.012 negócios.

Petrobras ON cedia 0,44% e Petrobras PN avançava 0,15%, em dia de alta moderada no mercado de petróleo, que ontem disparou 11% e não conseguiu puxar os preços de Petrobras na Bolsa paulista. Vale ON cedia 2,81% e Vale PNA recuava 2,21%.No mercado de metais, a jornada é de alta, sustentada principalmente pelas palavras do primeiro-ministro da China, Wen Jiabao, no encerramento do encontro anual do parlamento ou Congresso Nacional do Povo, em Pequim. Segundo ele, a economia chinesa poderá alcançar 8% de crescimento neste ano e o governo está preparado para lançar mão de novo plano de estímulo econômico caso seja necessário.

O giro financeiro na Bovespa estava em R$ 2,1 bilhões e projetava R$ 4,28 bilhões até o final do dia.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    11h39

    0,32
    3,168
    Outras moedas
  • Bovespa

    11h47

    0,56
    74.857,69
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host