UOL Notícias Notícias
 

31/07/2009 - 18h04

Petróleo sobe a US$ 69,45 em NY com recuo do dólar

Nova York - O preço do petróleo fechou em alta em Londres e em Nova York nesta sexta-feira, ajudado pela queda do dólar frente às principais moedas, num sinal de renovado apetite entre os investidores por ativos que deverão se beneficiar da recuperação econômica. A migração de aplicações do dólar para o petróleo ganhou força após o Departamento de Comércio dos EUA informar que o Produto Interno Bruto do país caiu 1% no segundo trimestre deste ano, menos que a contração de 1,5% prevista por analistas e que o declínio de 6,4% registrado no trimestre anterior.

As expectativas de que a economia americana estaria dando início a uma recuperação receberam um segundo empurrão com o índice de atividade industrial dos gerentes de compra de Chicago, que subiu a 43,4 em julho, o melhor resultado desde setembro do ano passado. O instituto que conduz a pesquisa prevê que a recessão acabará até dezembro de 2009.

O petróleo tem sido um grande beneficiário das vendas de dólares, já que a demanda por commodities deverá aumentar quando as principais economias saírem da crise. Os contratos futuros de petróleo subiram 17% em duas semanas, ao passo que o euro está nos maiores níveis ante o dólar desde o início de junho.

O relatório do PIB dos EUA, no entanto, trouxe detalhes desfavoráveis para a demanda por petróleo. Os gastos dos consumidores caíram mais do que o previsto, já que o aumento do desemprego reduz a renda e impulsiona a taxa de poupança. Isso pode atrasar a recuperação e reduzir a demanda por combustíveis. "Os fundamentos do petróleo ainda não parecem mais fortes, e a demanda nos EUA segue fraca", disse o analista Antoine Halff, da corretora Newedge. "A economia vai se recuperar lentamente, mas o consumo vai se recuperar ainda mais devagar."

Para o presidente da consultoria Ritterbusch and Associates, Jim Ritterbusch, até que os mercados tenham sinais mais claros de para onde vai a demanda, os preços do petróleo deverão ficar sujeitos a "oscilações de mais de 10% em ambas as direções", algo semelhante ao ocorrido nesta semana.

Na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês), o contrato de petróleo tipo WTI com vencimento em setembro fechou em alta de US$ 2,51, ou 3,75%, aos US$ 69,45 o barril; o contrato de petróleo Brent, também para setembro, subiu US$ 1,59, ou 2,3%, para US$ 71,70 o barril na ICE, em Londres. As informações são da Dow Jones.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,95
    3,157
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h28

    -1,26
    74.443,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host