UOL Notícias Notícias
 

23/12/2009 - 09h55

Franceses detidos em voo a Paris pedem ajuda de Lula

São Paulo - Três franceses presos após tumulto em um voo da TAM, em 6 de dezembro, ainda esperam para voltar para casa. Eles foram detidos por atentado à segurança da aeronave, resistência e desobediência à ação policial. O trio ficou cinco dias na cadeia e está em liberdade provisória e com o passaporte retido pela Polícia Federal (PF).

A confusão ocorreu em um voo de Guarulhos para Paris. Por problemas técnicos, a aeronave não decolou no horário correto, por volta das 23 horas. De acordo com os franceses, eles esperaram cerca de quatro horas - e, revoltados, protestaram. Acionada, a PF prendeu primeiro o aposentado Michel Ilinskas. No dia seguinte, deteve Emilie Pires Camus e Antonio do Nascimento, que estavam em um hotel de São Paulo.

O caso ainda não foi julgado e os três esperam para retornar à França. Em entrevista coletiva dada ontem, eles apelaram para os presidentes Nicolas Sarkozy, da França, e Luiz Inácio Lula da Silva para voltar ao país antes do Natal. No entanto, de acordo com a Assessoria de Imprensa do Consulado Geral da França, o caso só deverá ser julgado em janeiro, após o recesso do Judiciário. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host