UOL Notícias Notícias
 

25/12/2009 - 14h15

Sedativo de agredido em livraria começa a ser retirado

Em São Paulo

Menino que tem agulhas no corpo pode deixar UTI

Em razão da progressiva melhora apresentada pelo menino M. S. A., que teve dezenas de agulhas introduzidas por todo corpo, ele deve ter alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica amanhã, segundo o diretor da unidade médica do Hospital Ana Neri, Roque Aras


A equipe médica que atende o designer Henrique de Carvalho Pereira, agredido com um taco de beisebol dentro de uma livraria em São Paulo, começou a retirar os sedativos do paciente nesta sexta-feira (25). Segundo o hospital, o estado do paciente ainda é considerado grave, e ele continua internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) respirando com ajuda de aparelhos. A partir de agora, será possível avaliar se a vítima ficou com sequelas.

Pereira, 22, foi atingido na cabeça na segunda-feira (21). De acordo com a polícia, Alessandre Fernando Aleixo, 38, usou o taco de beisebol para golpear a vítima. Aleixo foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio e levado ao 78º Distrito Policial (DP), nos Jardins. O designer já passou por duas cirurgias para retirar coágulos de sangue no cérebro.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host