UOL Notícias Notícias
 

29/12/2009 - 12h08

Regulamentação do FSB faz dólar reduzir a queda

São Paulo - A informação de que o governo regulamentou o Fundo Soberano do Brasil, por meio de decreto presidencial publicado na edição de hoje do Diário Oficial da União, está pressionando a cotação do dólar ante o real para cima. Por volta do meio-dia, a moeda norte-americana era cotada na máxima de hoje até o momento, de R$ 1,737, com recuo de 0,23% no mercado interbancário de câmbio.

"O mercado está mostrando uma reação inicial, mas a continuidade dela depende de como vai ser a atuação do fundo no mercado de câmbio. O fundo não pode ir direto a mercado. De qualquer maneira, se o mercado entender que haverá mais um player na compra no mercado, o dólar subirá", disse o operador José Carlos Amado, a Corretora Renascença. Alberto Felix de Oliveira Neto, do banco Indusval, concorda. Para ele, a puxada inicial será seguida de uma análise detalhada das regras.

Desde a abertura, o dólar opera com sinal negativo em relação ao fechamento de ontem e a mínima foi de R$ 1,731 (queda de 0,57%). A baixa é determinada pelo ambiente internacional positivo, em que o euro ganha espaço para valorização, cotado a US$ 1,444. Também contribuem comentários de que a entrada da Petrobras não foi esgotada ontem. Alguns operadores falam em mais US$ 400 milhões chegando hoje, mas os rumores não são generalizados como ocorreu no pregão de ontem. Para os especialistas, o impacto da regulamentação do FSB está sendo atenuado pela liquidez mais restrita do mercado, devido às festas de final de ano.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host