UOL Notícias Notícias
 

30/12/2009 - 10h51

Avião da FAB espera aval de Suriname para decolar

Brasília - O avião Hércules da Força Aérea Brasileira (FAB), que vai buscar brasileiros feridos no Suriname, ainda não decolou da base aérea de Brasília. Ele depende de autorização do governo surinamês para sobrevoar o país. A informação é do Comando da Aeronáutica.

O avião saiu ontem à noite do Rio de Janeiro, pernoitou em Brasília, e levará 11 pessoas, além da tripulação: dois médicos, dois enfermeiros e um representante da Secretaria Especial de Atenção a Mulher, do Itamaraty e do Gabinete de Segurança Institucional.

Segundo o Ministério das Relações Exteriores, dos 25 brasileiros feridos no ataque de quilombolas surinameses, na semana passada, na cidade de Albina, 20 já receberam alta. Cinco permanecem internados e deverão ser levados para Belém, hoje, no voo da FAB. Outros 17 brasileiros manifestaram interesse de voltar ao Brasil e retornarão no mesmo voo.

Em nota, ontem, o Ministério reafirmou que não há notícias de brasileiros mortos no conflito, porque como trabalham em garimpos no interior do Suriname e da Guiana Francesa, costumam passar semanas na floresta, incomunicáveis.

"Por esse motivo, é necessário aguardar antes de considerar "desaparecido" qualquer desses cidadãos", afirma a nota do Ministério. O ataque de quilombolas ocorreu na quinta-feira, véspera de Natal, depois que um brasileiro matou um dos quilombolas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,84
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,35
    68.594,30
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host