UOL Notícias Notícias
 

04/01/2010 - 12h25

Deverão ser demolidas 500 casas em Angra, diz prefeito

No Rio de Janeiro

O prefeito de Angra dos Reis, Tuca Jordão (PMDB), anunciou hoje que deverá demolir pelo menos 500 casas construídas na encosta dos 15 morros do centro histórico da cidade. Segundo ele, todas essas construções estão em áreas de risco e podem desabar caso ocorram novas chuvas no município.

Cercado por moradores do Morro da Carioca, que cobraram providências para a realocação de desabrigados, Jordão disse que vai oferecer aluguel social e novos abrigos da prefeitura para quem está com a casa interditada. No local morreram 18 pessoas na virada do ano.

O prefeito também se queixou do que chamou de "morosidade" da Caixa Econômica Federal (CEF) na liberação de recursos para dois projetos habitacionais na cidade. Ainda de acordo com Jordão, o ministro das Cidades, Márcio Fortes, deverá visitar o município na quinta-feira para anunciar a liberação de recursos federais para a reconstrução das áreas afetadas. As estimativas da prefeitura indicam que serão necessários R$ 250 milhões para reparar os prejuízos.

Veja onde aconteceram os deslizamentos de Angra dos Reis (RJ)

  • UOL Mapas

    Marcação em violeta mostra região do morro da Carioca, na parte continental de Angra dos Reis, no Estado do Rio de Janeiro. Está indicada em cor de laranja a região da Pousada Sankay, na enseada do Bananal, em Ilha Grande. Nos dois locais houve mortes em consequência dos desabamentos de terra causados pelas chuvas deste início de ano

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host