UOL Notícias Notícias
 

04/01/2010 - 19h35

Petróleo fecha em alta com tempo frio nos EUA e Europa

Nova York - Os preços dos contratos futuros do petróleo fecharam em alta, no maior nível desde outubro de 2008 na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês), diante da divulgação de indicadores econômicos positivos e do inverno rigoroso em partes da Europa e dos EUA.

"Com o tempo frio, teremos uma redução nos estoques de óleo para calefação", disse Brian Milne, analista da consultoria Telvent DTN. Ele acrescentou que a manutenção das refinarias norte-americanas, que geralmente ocorre em janeiro, também deve contribuir para a redução dos estoques de combustíveis.

O contrato do petróleo para fevereiro negociado na Nymex fechou em alta de US$ 2,15, ou 2,70%, para US$ 81,51 por barril - maior preço de fechamento desde 9 de outubro de 2008, quando o barril encerrou a sessão cotado a US$ 86,59. Na plataforma ICE, o contrato do petróleo tipo Brent para fevereiro fechou em alta de US$ 2,19, ou 2,8%, para US$ 80,12 por barril.

Mais cedo, o Instituto para Gestão de Oferta (ISM, na sigla em inglês) anunciou que seu índice de atividade industrial dos EUA subiu para 55,9 em dezembro - maior leitura desde abril de 2006 -, de 53,6 em novembro. Índices similares no Reino Unido e na China também avançaram para 54,1 pontos e 56,1 pontos, respectivamente. De acordo com Antoine Halff, analista do Newedge Group, o retorno dos gerentes de fundos ao mercado de commodities também contribuiu para impulsionar os preços do petróleo.

"No início de janeiro é de se esperar que algum dinheiro dos fundos de investimento retorne ao mercado após a liquidação ocorrida em dezembro", afirmou, acrescentando que ao longo dos próximos dias, esse movimento de recursos pode ditar a direção dos preços do petróleo.

A depreciação do dólar ante o euro foi outro fator que favoreceu a valorização do barril. Pouco antes do fechamento do petróleo em Nova York, o índice do dólar, que mede o valor da divisa em relação a uma cesta de seis moedas, recuava para 77,508 pontos, de 77,908 pontos na quinta-feira. As informações são da Dow Jones.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host