UOL Notícias Notícias
 

05/01/2010 - 09h55

Enchente ainda deixa 370 fora de casa em Capivari-SP

Em São Paulo
Depois de nove dias, cerca de 370 moradores de Capivari afetados pelas chuvas no fim do ano passado continuavam impedidos pela Defesa Civil de voltar para suas casas e permaneciam nos alojamentos da prefeitura da cidade do interior paulista, segundo informações da administração municipal. O Rio Capivari, que subiu 4 metros e alagou 850 casas na madrugada do último dia 28, baixou ontem para 1,30 metro. Porém, a água ainda continua acumulada em vias e dentro dos imóveis.

Governo gastou apenas 21% com prevenção a desastres

Para minimizar os transtornos decorrentes dos desastres ambientais, em 2009 o governo federal destinou R$ 646,6 milhões para ações preventivas como contenção de encostas, canalização de rios e capacitação de agentes da Defesa Civil. No entanto, apenas 21% dessa quantia (R$ 138,2 milhões) foi efetivamente gasta

De acordo com o governo municipal, todas as casas afetadas começaram a ser vistoriadas na tarde de ontem pela Defesa Civil e pelos engenheiros da prefeitura, para identificar possibilidade de desabamento. As casas que apresentarem riscos ou que forem condenadas serão interditadas e posteriormente demolidas pela Secretaria de Obras. As famílias que já retornaram para as residências serão retiradas novamente caso o imóvel apresente riscos. Na manhã de hoje a prefeitura ainda não havia informado o número de casas liberadas.

Após a vistoria, as famílias proprietárias das casas liberadas receberão o kit limpeza composto por água sanitária, rodo, vassoura, desinfetante, sabão em pó e pá. Para o retorno das famílias, a Secretaria de Obras disponibilizará caminhões para auxílio na mudança e transporte dos móveis.

O abastecimento de água em Capivari está normalizado, mas a prefeitura orienta os moradores para que continuem economizando, já que dois poços artesianos que abastecem o Sistema Central permanecem parados, o que significa uma diminuição na produção de cerca de 1 milhão de litros de água por dia.

Doações
A prefeitura informou que necessita neste momento principalmente de itens para higienização das casas. São aceitas também doações de móveis e objetos de uso doméstico. As doações recebidas estão sendo separadas e entregues aos moradores atingidos pela enchente. As pessoas que desejam trabalhar como voluntárias para ajudar as famílias atingidas pelas chuvas devem procurar a Central de Doações, aberta inclusive aos domingos.

As doações podem ser feitas na Central, que fica na Rua XV de Novembro, 619, ao lado da Prefeitura, e também na Casa da Cultura - Rua Saldanha Marinho, 188. A Casa da Sopa também está recebendo doações para os desabrigados por meio da Conta Corrente: Banco do Brasil - Agência: 0699-8, Conta: 22917-2.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host