UOL Notícias Notícias
 

07/01/2010 - 08h26

Ásia: maioria das bolsas cai com realização de lucros

Tóquio - Quase todas as bolsas asiáticas fecharam em queda nesta quinta-feira, influenciadas principalmente por realizações de lucros e, na China, pelo movimento de aperto na política monetária.

A Bolsa de Hong Kong se retraiu com a realização de lucros depois de uma série de avanços recentes. O índice Hang Seng perdeu 0,7% e fechou aos 22.269,45 pontos.

Nas bolsas da China, o inesperado aumento na principal taxa de juros do mercado interbancário provocou um declínio generalizado nas blue chips. Segundo analistas, o movimento do Banco do Povo da China (PBOC na sigla em inglês, banco central do país) sinaliza uma mudança em sua política com o objetivo de prevenir riscos de inflação no novo ano. O índice Xangai Composto, que acompanha as ações A e B, teve queda de 1,9% e fechou aos 3.192,78 pontos. O índice Shenzhen Composto também baixou 1,9% e encerrou aos 1.179,99 pontos.

O yuan se desvalorizou diante do dólar, que se fortaleceu contra o euro na Ásia ante a realização de lucros com moedas sensíveis ao risco. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado a 6,8277 yuans, ligeiramente acima dos 6,8274 yuans do fechamento da véspera. A paridade central foi fixada em 6,8276 yuans, quase inalterada em relação 6,8277 da quarta-feira.

Em Taiwan, o índice Taiwan Weighted da Bolsa de Taipei desceu 1,1% e fechou aos 8.237,42 pontos, pressionado pela realização de lucros.

A Bolsa de Seul, na Coreia do Sul, encerrou em queda, influenciada por uma rápida valorização do won em relação ao dólar que afetou as ações das exportadoras, neutralizando os ganhos dos estaleiros e das empresas de transporte marítimo. O índice Kospi caiu 1,3% e terminou aos 1.683,45 pontos.

A Bolsa de Sydney, na Austrália, fechou em baixa, refletindo as perdas dos papéis de bancos, que arrastaram algumas ações periféricas para baixo. A alta de algumas mineradoras, conduzida pelos preços das commodities, e os fortes resultados das vendas no varejo não foram suficientes para sustentar os ganhos do início do pregão. O índice S&P/ASX 200 caiu 0,5% e fechou aos 4.899,4 pontos.

O índice PSE da Bolsa de Manila, nas Filipinas, fechou com alta de 1,2%, terminando aos 3.077,78 pontos.

A Bolsa de Cingapura terminou em baixa, com os investidores nos demais mercados da Ásia sacando os lucros de recentes ralis e já que o mercado futuro americano apontou para possível baixa na abertura de Wall Street. O índice Straits Times recuou 0,6% e fechou aos 2.913,25.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, caiu 0,6% e fechou aos 2.586,89 pontos, liderado por mais vendas de papéis de bancos, montadoras uma vez que a recente alta dos preços do petróleo pode disparar a inflação, caso o governo eleve os preços dos combustíveis. Traders também atribuem as vendas a realizações de lucros em papéis relacionadas à commodity depois de recente rali.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc perdeu 0,2% e fechou aos 734,63 pontos depois de novamente falhar em romper os 740 pontos de resistência. Banpu, com alta de 6,8% limitou as perdas, com expectativas de forte alta dos preços do carvão este ano.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, teve queda de 0,1% e fechou aos 1.291,42 pontos, com realizações de lucros após três dias de sucessivos ganhos. As informações são da Dow Jones

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h29

    0,36
    3,291
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h39

    -0,50
    62.940,88
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host