UOL Notícias Notícias
 

07/01/2010 - 20h34

Bolsas de NY fecham quase estáveis à espera do payroll

Nova York - Os índices do mercado de ações dos EUA fecharam novamente em direções divergentes e perto da estabilidade, recebendo suporte de um aumento nas vendas das redes varejistas em dezembro, mas limitados pela cautela dos investidores antes da publicação do aguardado relatório mensal do governo norte-americano sobre o mercado de trabalho do país, que será divulgado amanhã e inclui o payroll, número de vagas abertas no mês.

O Dow Jones subiu 33,18 pontos, ou 0,31%, para 10.606,86 pontos - maior nível de fechamento desde 1 de outubro de 2008. A General Electric (GE) teve o ganho mais acentuado entre os componentes do índice, de 5,18%, após analistas do Morgan Stanley divulgarem uma análise positiva sobre o setor de imóveis comerciais, cuja fraqueza recente pesou particularmente sobre a unidade financeira do conglomerado.

Além disso, analistas do JPMorgan aumentaram o preço-alvo das ações da GE e incluíram a companhia entre as recomendações do setor industrial e de equipamentos elétricos. Entre outros componentes do Dow Jones, o Bank of America fechou em alta de 3,29% depois de o Credit Suisse elevar a recomendação de investimento nos papéis do grupo, classificando-os como os mais baratos entre as ações das grandes instituições financeiras.

A Boeing subiu 4,05% depois de a companhia anunciar que entregou 481 aviões comerciais em 2009, volume 29% maior do que no ano anterior. As encomendas de aeronaves, no entanto, caíram. A Alcoa fechou em alta de 2,12% depois de o Citigroup reduzir a recomendação de investimento nas ações da companhia de "comprar" para "manter".

O índice Nasdaq recuou 1,04 ponto, ou 0,05%, para 2.300,05 pontos, enquanto o S&P 500 avançou 4,55 pontos, ou 0,40%, para 1.141,69 pontos. As ações foram impulsionadas por dados que mostraram um aumento de 2,9% nas vendas de dezembro do setor varejista dos EUA. Economistas esperavam um crescimento de 2%.

O aumento de apenas 1 mil no número de norte-americanos que entraram pela primeira vez com pedido de auxílio-desemprego também contribuiu para a alta e, segundo Burt White, executivo-chefe de investimentos da LPL Financial, gerou expectativas otimistas em relação aos resultados que serão apresentados amanhã no relatório do governo sobre a situação do mercado de trabalho do país.

Na Bolsa de Valores de Nova York (Nyse, na sigla em inglês), o volume negociado somou 1,193 bilhão de ações, de 1,114 bilhão de ações ontem. No Nasdaq, o volume alcançou 2,202 bilhões de ações, de 2,300 bilhões de ações ontem; 1.600 ações subiram e 1.144 caíram. As informações são da Dow Jones.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host