UOL Notícias Notícias
 

08/01/2010 - 20h38

Bolsas de NY fecham em leve alta

Nova York - Os principais índices do mercado de ações dos EUA fecharam a sessão em leve alta, ignorando dados que mostraram uma perda líquida de empregos na economia norte-americana em dezembro. Segundo o Departamento de Trabalho dos EUA, a economia do país registrou perda líquida de 85 mil postos de trabalho em dezembro, bem mais do que a queda de 10 mil postos de trabalho esperada por economistas. O dado de novembro, no entanto, foi revisado em alta para abertura de 4 mil vagas - primeira vez que a economia criou empregos desde o início da recessão, em dezembro de 2007.

Entre outros indicadores divulgados hoje, o Departamento de Comércio dos EUA anunciou que os estoques das empresas subiram 1,5% em novembro em relação ao mês anterior, contrariando as previsões de analistas, que esperavam declínio de 0,3% nos estoques. O aumento foi o maior já registrado desde outubro de 2004, quando também houve uma expansão de 1,5% nos estoques.

O Dow Jones subiu 11,33 pontos, ou 0,11%, para 10.618,19 pontos - maior nível de fechamento dos últimos 15 meses. Na semana, o índice acumulou ganho de 190,14 pontos, ou 1,82%. Entre os componentes, a Caterpillar avançou 1,12%, mas a Boeing caiu 0,96%, após a Macquarie reduzir a recomendação de investimento nas ações da companhia para "neutra", de "acima da média". A Coca-Cola também impediu um ganho mais acentuado do Dow Jones, recuando 1,85% após ter a recomendação de suas ações rebaixada para "neutra" pelo JPMorgan.

O Nasdaq avançou 17,12 pontos, ou 0,74%, para 2.317,17 pontos - maior nível de fechamento em 16 meses -, com alta de 2,12% na semana. O S&P 500 subiu 3,29 pontos, ou 0,29%, para 1.144,98 pontos, maior nível de fechamento desde 1 de outubro de 2008, com ganho de 2,68% na semana.

Os componentes do setor industrial do S&P 500 puxaram o avanço do índice. A UPS, um desses componentes, subiu 4,81% após elevar sua previsão para o lucro do quarto trimestre, embora ainda espere uma recuperação econômica "gradual". A FedEx também aumentou suas projeções e as ações da companhia ganharam 2,48%.

Na Bolsa de Valores de Nova York (Nyse, na sigla em inglês), o volume negociado somou 994 milhões de ações, de 1,193 bilhão de ações ontem. No Nasdaq, o volume alcançou 2,084 bilhões de ações, de 2,202 bilhões de ações ontem; 1.696 ações subiram e 1.001 caíram. As informações são da Dow Jones.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h59

    0,17
    3,271
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h04

    -0,58
    63.713,96
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host