UOL Notícias Notícias
 

08/01/2010 - 09h45

Técnicos apontam 23 áreas de risco em Ilha Grande-RJ

Angra dos Reis - A vistoria dos técnicos do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) já detectou 23 pontos de possíveis deslizamentos em Ilha Grande, Angra dos Reis, no sul fluminense. Os pontos mais críticos são a Praia Vermelha e a Enseada do Bananal, local do deslizamento na madrugada do dia 1º que matou 31 pessoas. Uma moradora da ilha continua desaparecida.

Além dos pontos críticos, há riscos de deslizamentos na Praia Longa, Praia Grande de Araçatiba e Praia de Provetá. A vistoria iniciada na quarta-feira deve terminar amanhã. O superintendente do Inea em Ilha Grande, Júlio Avelar, disse que as regras para o licenciamento ficarão mais rígidas. Segundo ele, os construtores de hotéis e pousadas em áreas próximas às encostas deverão apresentar um laudo geotécnico - realizado por empresa credenciada pelo Estado - que afaste o risco de deslizamento.

"Novos parâmetros devem ser introduzidos no momento do licenciamento dos empreendimentos", defendeu Avelar. A Secretaria Municipal do Meio Ambiente anunciou que fará um convênio com uma universidade para realizar um mapeamento geológico da ilha. O estudo será comparado com o levantamento sobre a ocupação do solo para detalhar os efeitos das construções. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    14h40

    0,05
    3,268
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h46

    1,84
    63.818,14
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host