UOL Notícias Notícias
 

11/01/2010 - 18h54

Correção: Bolsas asiáticas têm sinais diferentes

Tóquio - O texto enviado anteriormente contém uma incorreção. O índice Kospi, da Bolsa de Seul, fechou em ligeira baixa, e não estável como foi informado. Segue a nota corrigida:

As bolsas asiáticas exibiram sinais divergentes nesta segunda-feira, quando um feriado deixou a Bolsa de Tóquio fechada. Em Hong Kong e na China, as bolsas foram fortemente influenciadas pela decisão do governo chinês de aprovar o lançamento de um mercado de contratos futuros do índice de ações e de permitir a venda a descoberto.

Em Hong Kong, os ganhos foram impulsionados pela alta da Bolsa de Xangai após a aprovação do lançamento dos contratos futuros do índice de ações. Segundo analistas, o mercado local deve subir mais no curto prazo, na medida em que as novas regras de negociação na China e a chegada de novos produtos atraiam mais aplicações nas ações integrantes do índice de blue chips. O índice Hang Seng ganhou 0,5% e fechou aos 22.411,52 pontos.

As bolsas da China fecharam em ligeira baixa, com as realizações de lucros e o temor de um aperto monetário, que erodiram a maior parte dos ganhos robustos da abertura, depois da aprovação do lançamento do índice futuro de ações. O índice Xangai Composto, que acompanha as ações A e B, teve alta de 0,5% e fechou aos 3.212,75 pontos. O Shenzhen Composto avançou 0,2% e terminou aos 1.189,95 pontos.

O yuan subiu diante do dólar com a expectativa de que Pequim permitirá a valorização de sua moeda mais cedo do que se esperava depois dos robustos dados de exportação em dezembro. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,8264 yuans, 0,02% abaixo dos 6,8275 yuans do fechamento de sexta-feira. A paridade central foi fixada em 6,8275 yuans, ligeiramente abaixo dos 6,8279 yuans da sexta-feira.

Em Taiwan, o mercado fechou em alta, conduzido principalmente pelos ganhos dos papéis das siderúrgicas e das construtoras. O índice Taiwan Weighted da Bolsa de Taipé subiu 0,5% e fechou aos 8.323,82 pontos.

A Bolsa de Seul, na Coreia do Sul, fechou quase estável, depois que as perdas registradas pelas grandes empresas exportadoras com a valorização do won foram compensadas pelos ganhos das siderúrgicas e das construtoras. O índice Kospi caiu apenas 1,14 ponto (-0,07%) e fechou aos 1.694,12 pontos.

Na Austrália, o índice S&P/ASX 200 terminou com alta de 0,8%, fechando aos 4.950,7 pontos.

O índice PSE da Bolsa de Manila, nas Filipinas, apresentou queda de 0,2%, fechando aos 3.071,57 pontos.

A Bolsa de Cingapura fechou em alta, movendo-se em linha com as demais bolsas regionais com o positivo mercado futuro de ações dos EUA dando suporte. O índice Straits Times subiu 0,4% e fechou aos 2.933,53 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, subiu 0,7% e fechou aos 2.632,20 pontos. Lideraram as compras por investidores estrangeiros de ações relacionadas a produtos de consumo e de telecomunicações. Também inspiraram as compras a estabilidade da rupia e os ganhos nos demais mercados asiáticos.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, ganhou 1,1% e fechou aos 746,95 pontos, com os negócios dominados pelo setor de energia devido ao otimismo de que a emissão da Map Ta Phut será decidida em meses, o que pode também pavimentar o caminho para o plano de fusão de unidades com PTT.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, teve alta de 0,1% e fechou aos 1.294,51 pontos, com maior peso nas ações especulativas. Também colaboraram as buscas por ofertas de papéis de construtoras e financeiras. As informações são da Dow Jones.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    14h49

    0,29
    3,155
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h55

    0,03
    68.735,51
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host