UOL Notícias Notícias
 

13/01/2010 - 18h24

Livro Bege e Vale garantem alta de 0,44% do Ibovespa

São Paulo - A expectativa de alta forte no preço de minérios este ano, impulsionando os papéis da blue chip Vale, serviram de contraponto às notícias negativas vindas da Europa nesta quarta-feira, especialmente a contração do PIB da Alemanha - maior economia do bloco - e o temor com a delicada situação financeira da Grécia. O Livro Bege do Federal Reserve (Fed, banco central americano) divulgado no final da tarde deu o tom e o índice Bovespa fechou o dia em alta de 0,44%, aos 70.385,47 pontos, depois de oscilar entre a máxima de 70.626,26 pontos e a mínima de 69.535,22 pontos. O giro financeiro de hoje (ainda preliminar) foi de R$ 6,79 bilhões, acima dos R$ 6,3 bilhões registrados ontem. No acumulado de janeiro, o Ibovespa registra ganho de 2,62%.

No mercado de ações doméstico, a proximidade do primeiro vencimento de opções do ano, na próxima segunda-feira, contribuiu para deixar a Bolsa volátil, mas as ações da Vale continuaram na preferência. "O investidor escolheu a Vale", afirmou um operador. A companhia se beneficiou hoje de relatório do Merrill Lynch, que elevou sua projeção de alta no preço do minério de ferro este ano de 15% para 50%. O banco afirmou que sua avaliação se baseia na relação apertada entre oferta e demanda de minério, na alta nos preços do minério no mercado à vista e na recuperação dos preços do aço mais rapidamente do que esperado. A ação ordinária (ON) da Vale teve alta de 1,23%, a R$ 54,16, enquanto o papel PNA avançou 1,44%, para R$ 46,51.

No caso da Petrobras, a queda nas cotações de petróleo diante dos altos estoques registrados nos Estados Unidos contribuiu para que a ação marcasse novo pregão de baixa - no caso da ação preferencial, foi o quinto dia consecutivo de declínio. A empresa sofre a aversão do investidor diante da incerteza regulatória, das dúvidas sobre sua capitalização e sobre uma possível negociação com a portuguesa Galp, que poderia elevar seu endividamento. Petrobras ON fechou em queda de 0,91%, a R$ 40,40, enquanto a ação PN perdeu 0,17%, a R$ 36,30.

O Livro Bege, sumário do banco central americano sobre as condições econômicas dos Estados Unidos, informou hoje que as condições econômicas continuaram a melhorar levemente no final de 2009, mas a fraqueza dos mercados de mão de obra e de imóveis está mantendo a atividade baixa. A publicação também relatou que "muitos distritos reportaram que os gastos de consumo do final de 2009 foram ligeiramente melhores que em 2008, mas ainda assim ficaram bem abaixo dos níveis de 2007".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h39

    -0,23
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h41

    -0,21
    75.828,06
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host