UOL Notícias Notícias
 

13/01/2010 - 11h30

Zilda cumpria agenda de palestras na América Central

Zilda Arns: uma vida dedicada ao próximo

  • Arquivo Folha Imagem

    Zilda Arns, 75, fundadora e coordenadora da Pastoral da Criança e da Pastoral da Pessoa Idosa, participava de missão humanitária e está entre as vítimas do terremoto de 7 graus que assolou o Haiti

São Paulo - A fundadora da Pastoral da Criança Zilda Arns, de 75 anos, vítima do terremoto que assolou o Haiti ontem, passeava pelo centro de Porto Príncipe no momento do tremor. Segundo a assessoria de imprensa do senador Flávio Arns, sobrinho de Zilda, ela cumpria agenda de palestras sobre o trabalho da Pastoral da Criança e do Idoso, por várias regiões da América Central, quando fez uma parada no Haiti para visitar o País.

Nesta tarde, Zilda seguiria para San Juan, capital de Porto Rico, para realização de palestra. O gabinete do senador foi informado da morte de Zilda Arns pelo gabinete da Presidência da República.

O senador segue em voo da comitiva brasileira que terá a presença do ministro da Defesa Nelson Jobim e do embaixador do Brasil no Haiti, Igor Kipman. O avião partirá da base aérea de Brasília (DF).

Zilda Arns nasceu em 25 de agosto de 1934, em Forquilinha, em Santa Catarina. Era médica especializada em Saúde Pública e durante sua vida desenvolveu trabalhos focados em mortalidade infantil, desnutrição e violência de crianças pobres em seu contexto familiar e comunitário. Era irmã de Dom Paulo Evaristo Arns, arcebispo emérito de São Paulo, e também fundadora e coordenadora internacional da Pastoral da Criança, organismo de ação social da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    14h00

    -0,48
    3,267
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h06

    1,02
    63.872,51
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host