UOL Notícias Notícias
 

14/01/2010 - 20h44

Bolsas de NY fecham em alta à espera de dados da Intel

Nova York - Os principais índices do mercado de ações dos EUA fecharam em leve alta, em meio à expectativa de que a Intel divulgaria resultados fortes para o quarto trimestre após o encerramento do pregão e deixando em segundo plano dados econômicos mais fracos que o previsto divulgados pelo governo do país. O Dow Jones subiu 29,78 pontos, ou 0,28%, para 10.710,55 pontos - maior nível de fechamento em 15 meses. A Merck teve o melhor desempenho entre os componentes do índice, subindo 2,72% em meio a notícias de que congressistas democratas chegaram a um acordo com líderes trabalhistas para admitir a cobrança de impostos sobre determinados seguros-saúde. A questão era um dos obstáculos para a aprovação do projeto de lei sobre a reforma do sistema de saúde dos EUA.

A Intel, que também faz parte do Dow Jones, fechou em alta de 2,34% e inspirou o avanço de outros papéis do segmento de tecnologia, entre eles os da Microsoft (+2,01%), em meio a apostas de que o resultado da companhia no quarto trimestre seria forte e reduziria o impacto negativo do balanço da Alcoa. Após o encerramento da sessão, a Intel - maior fabricante de chips para computadores do mundo - anunciou que obteve lucro de US$ 2,28 bilhões (US$ 0,40 por ação) no quarto trimestre de 2009, um forte aumento em relação ao lucro de US$ 234 milhões (US$ 0,04 por ação) de igual período de 2008.

Entre os demais índices, o Nasdaq avançou 8,84 pontos, ou 0,38%, para 2.316,74 pontos, enquanto o S&P 500 fechou em alta de 2,78 pontos, ou 0,24%, a 1.148,46 pontos - fechamento mais alto desde 1 de outubro de 2008.

Mais cedo, dados do Departamento de Trabalho dos EUA mostraram que, na semana encerrada em 9 de janeiro, o número de novas solicitações de auxílio-desemprego no país aumentou em 11 mil, para 444 mil pedidos, contrariando a previsão de declínio de 4 mil pedidos dos analistas consultados pela Dow Jones. Além disso, as vendas no varejo dos EUA caíram 0,3% em dezembro, contrariando as expectativas de economistas, segundo dados do Departamento do Comércio.

Na Bolsa de Valores de Nova York (Nyse, na sigla em inglês), o volume negociado somou 888 milhões de ações, de 970 milhões de ações na quarta-feira. No Nasdaq, o volume alcançou 2,194 bilhões de ações, de 2,262 bilhões de ações ontem; 1.583 ações subiram e 1.116 caíram. As informações são da Dow Jones.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host