UOL Notícias Notícias
 

14/01/2010 - 13h43

Correção: estrangeiro fica com 75% das ações do Fleury

São Paulo - Em nota enviada no dia 11 de janeiro, há uma incorreção. Entre os participantes da oferta do laboratório Fleury, existem 103 subscritores da categoria demais pessoas jurídicas e não sócios, administradores e empregados, como constou. Segue novamente a nota, com as informações corretas:

Os investidores estrangeiros ficaram com 75,34% das ações distribuídas na oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) do laboratório Fleury, que movimentou R$ 630,233 milhões, com o registro de 39.389.570 ações. Os 167 estrangeiros compraram 29.674.972 ações.

Desse total, 2.632.700 ações foram subscritas pelo Morgan Stanley ou sociedades de seu conglomerado como forma de hedge (proteção) para operações com derivativos de ações realizadas no exterior, inclusive em decorrência de contratos de total return swaps ou outros instrumentos financeiros. O banco também subscreveu outras 900 mil ações, agindo por conta e ordem de seus clientes, também como hedge para operações com derivativos de ações realizadas no exterior.

Participaram ainda da oferta 168 fundos de investimento, que ficaram com 6.161.900 ações (15,64% do total); 4,631 mil pessoas físicas, que compraram 3.244.398 papéis, 168 clubes de investimento, com 206.067 papéis, seguidos por uma entidade de previdência privada, com 625 ações. Além disso, 103 outras pessoas jurídicas compraram 101.608 papéis. O Banco Bradesco BBI foi o coordenador líder da oferta do Fleury, ao lado de Morgan Stanley e JPMorgan.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h28

    0,24
    3,137
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h34

    -0,52
    75.609,39
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host