UOL Notícias Notícias
 

14/01/2010 - 14h56

Petróleo é negociado em leve baixa após dados nos EUA

Nova York - O petróleo era negociado em leve baixa nesta tarde, com os investidores avaliando dados de varejo e do mercado de trabalho e os ganhos recentes das ações ligadas ao setor petroleiro. Às 14h50 (de Brasília), o contrato com vencimento em fevereiro cedia 0,21%, para US$ 79,48 o barril em Nova York. Os dois principais indicadores econômicos dos Estados Unidos de hoje decepcionaram. Para o mercado de petróleo, os dados confirmam a lição vinda do forte aumento dos estoques da commodity, anunciado ontem: a de que a recuperação nos EUA será demorada, lenta e desequilibrada. Os pedidos de auxílio-desemprego aumentaram em 11 mil na semana passada, contrariando a previsão de queda de 4 mil. As vendas no varejo, por sua vez, diminuíram 0,3% em dezembro, pior do que a previsão de alta de 0,5%.

"Nós estivemos tão em alta por tanto tempo, que agora que o mercado saiu de suas máximas há dúvidas sobre qual caminho a seguir", disse o analista Peter Donovan, da Vantage Trading em Nova York. Ele destacou que o foco está na direção que a economia poderá tomar, particularmente com a China promovendo mudanças em sua política monetária esta semana que podem reduzir o ritmo de crescimento da demanda por commodities.

A queda dos preços do petróleo, no entanto, não é tão acentuada, e as cotações estabilizaram-se pouco abaixo dos US$ 80 o barril, com muitos operadores convencidos de que o aumento gradual da demanda pela commodity previsto para este ano vai logo começar a reduzir o excesso de oferta.

Compradores a US$ 80 o barril surpreenderam-se com o aumento de 1,4 ponto porcentual da taxa de utilização da capacidade das refinarias anunciado ontem, para 81,3%, um possível indicador de que as refinarias esperam uma demanda maior por combustível no futuro. Os estoques em Cushing, Oklahoma, ponto de entrega de contratos em Nova York, também recuaram de um recorde de alta. É possível que a volatilidade aumente no final do pregão por causa do vencimento de opções sobre futuros com vencimento em fevereiro hoje. As informações são da Dow Jones.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host