UOL Notícias Notícias
 

15/01/2010 - 16h10

Bolsas europeias fecham em baixa após balanço

Londres - As principais bolsas europeias fecharam o dia em baixa, pressionadas pelas previsões pessimistas do banco norte-americano JPMorgan e da leitura mais fraca que o esperado do sentimento do consumidor nos Estados Unidos. As ações de bancos e de companhias ligadas a recursos básicos registraram as maiores perdas.

Em Londres, o índice FT-100 caiu 0,78%, para 5.455,37 pontos, enquanto o índice CAC-40 de Paris recuou 1,53%, para 3.954,38 pontos. O índice Dax-30 de Frankfurt caiu 1,89%, para 5.875,97 pontos, e o índice Ibex-35 de Madri recuou 1,29%, para 11.845,00 pontos.

Os investidores agora voltam sua atenção para os resultados de outros bancos, esperados para o início da próxima semana. "Depois dos resultados de hoje do JPMorgan, o Bank of America e o Citigroup serão observados com atenção, uma vez que ambos possuem grande exposição aos empréstimos ao consumidor", afirmou Nick Serff, analista de mercado da City Index.

O JPMorgan anunciou um lucro melhor que o esperado no quarto trimestre, mas isso foi ofuscado pela observação do executivo-chefe da instituição, James Dimon, de que o desempenho no trimestre e no ano "não atingiram um retorno sobre capital adequado nem o potencial de ganhos da companhia". Dimon apontou também que os custos com crédito seguem elevados e que o mercado de trabalho e os preços dos imóveis continuam fracos. As ações do Deutsche Bank caíram 3,69%, as do Société Générale recuaram 2,74% e as do Barclays fecharam em baixa de 2,34%.

Heino Ruland, estrategista da consultoria Ruland Research, disse que os resultados do JPMorgan e da Intel foram melhores que o esperado, mas as previsões foram pessimistas. "Falar sobre a piora da qualidade de crédito não foi encorajador", disse Ruland, referindo-se aos resultados do JPMorgan.

Os setor de recursos básicos também registrou perdas, refletindo a fraqueza das commodities (matérias-primas). A falta de convicção em relação a uma forte recuperação econômica, as preocupações sobre o crédito na zona do euro e o aperto monetário na China esfriaram o apetite pelos ativos de risco. As ações da ArcelorMittal caíram 2,19%, as da Xstrata recuaram 2,58%, as da BHP Billiton fecharam em baixa de 1,04% e as do Anglo-American recuaram 0,96%. As informações são da Dow Jones.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host