UOL Notícias Notícias
 

15/01/2010 - 11h02

Cortejo com caixão de Zilda Arns deixa aeroporto no PR

Curitiba - O cortejo com o corpo da fundadora e coordenadora internacional da Pastoral da Criança, Zilda Arns, já deixou o Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, em direção ao Palácio das Araucárias, sede do governo do Paraná, onde o velório será realizado. O caixão foi envolto pela Bandeira Nacional. Por volta das 11 horas, haverá a celebração de uma missa de corpo presente restrita aos familiares dela.

Zilda Arns morreu no terremoto de 7 graus na Escala Richter ocorrido na terça-feira, no Haiti. A estimativa é de que a tragédia tenha deixado de 45 mil a 50 mil mortos, de acordo com a Cruz Vermelha. Segundo contou o senador Flávio Arns (PSDB-PR), sobrinho de Zilda, ela tinha acabado o discurso numa igreja e conversava com um sacerdote, que queria mais informações sobre o trabalho da Pastoral da Criança, quando ocorreu o tremor. Ela foi atingida na cabeça e morreu na hora.

Zilda Arns nasceu em 25 de agosto de 1934, em Forquilinha, em Santa Catarina. Era médica especializada em Saúde Pública e durante sua vida desenvolveu trabalhos focados em mortalidade infantil, desnutrição e violência de crianças pobres em seu contexto familiar e comunitário. Era irmã de dom Paulo Evaristo Arns, arcebispo emérito de São Paulo, e também fundadora e coordenadora internacional da Pastoral da Criança, organismo de ação social da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host