UOL Notícias Notícias
 

15/01/2010 - 07h45

Tóquio fecha com alta de 0,7% ante lucro da Intel

Tóquio - A Bolsa de Tóquio fechou com ganhos modestos, liderados pelo setor de chips, que atraiu compras de ações a partir do resultado robusto divulgado ontem pela Intel. Os papeis da Shiseido também subiram depois que a fabricante de cosméticos anunciou que comprará uma empresa dos EUA. O índice Nikkei 225 avançou 74,42 pontos, ou 0,7%, e fechou aos 10,982,10 pontos, sua máxima intraday e nível mais alto desde 2 de outubro de 2008.

A Shiseido está prestes a comprar a norte-americana Bare Escentuals Inc. por US$ 1,7 bilhão, num acordo que marcaria a maior compra de sua história. As ações da companhia se valorizaram 5%.

Segundo analistas, os investidores aguardam os balanços do quarto trimestre das instituições financeiras dos EUA, entre as quais o JPMorgan Chase & Co. "O mercado japonês está um pouco superaquecido, então pode haver alguma correção na semana que vem - dependendo dos balanços dos EUA", disse Hiroyuki Fukunaga, presidente da Investrust. Ele acrescentou que o sentimento na Bolsa de Tóquio não é ruim, em parte por causa da entrada de capital estrangeiro. Fukunaga prevê que o Nikkei oscilará entre os 10.600 e os 11 mil pontos na próxima semana.

O valor líquido da entrada de capital estrangeiro na Bolsa de Tóquio totalizou 656,6 bilhões de ienes (US$ 7,235 bilhões), aumentando pela sétima semana consecutiva e chegando ao valor mais alto em quatro anos e cinco meses.

As ações de tecnologia foram impulsionadas pelo resultado melhor do que o esperado da Intel. Advantest ganhou 2,6% e Tokyo Electron adicionou 2,2%. O lucro da Intel aumentou quase 10 vezes no quarto trimestre em relação ao deprimido período do ano anterior e o faturamento saltou 28%. As informações são da Dow Jones

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,84
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,35
    68.594,30
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host