UOL Notícias Notícias
 

22/01/2010 - 17h15

Dólar sobe pelo 4º dia seguido e fecha a R$ 1,815

São Paulo - Pelo quarto dia seguido, o dólar comercial subiu hoje (0,83%) e fechou as negociações no mercado interbancário de câmbio a R$ 1,815, valor mais elevado desde 21 de setembro do ano passado. Com essa arrancada desde terça-feira, quando ainda foi negociado a R$ 1,77, a valorização acumulada no mês é de 4,13%. Na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), o dólar à vista avançou 0,65% hoje e encerrou o pregão cotado a R$ 1,8145, alta de 4,10% em janeiro. A taxa máxima registrada hoje durante as negociações foi de R$ 1,832.

Mesmo com o alívio na pressão de alta do dólar visto hoje no mercado internacional, principalmente na relação com o euro, as cotações da moeda norte-americana perante o real continuaram mostrando forte valorização. Sem vislumbrarem um assunto novo que justifique mais essa escalada, os especialistas atribuem o movimento a questões técnicas e fluxo financeiro negativo por parte de investidores estrangeiros decorrentes, ainda, da piora recente dos fundamentos.

Com a somatória de informações desfavoráveis que foram surgindo nos últimos pregões - aperto monetário na China, medidas restritivas para os bancos nos EUA, piora do déficit nas contas externas no Brasil, Fundo Soberano do Brasil e risco eleitoral - o dólar rompeu seguidamente duas marcas que os agentes do mercado de câmbio consideravam uma barreira: R$ 1,800 e R$ 1,823. Agora, esses profissionais avaliam que a moeda norte-americana tentará buscar os níveis de R$ 1,855 e R$ 1,868.

Para um experiente analista de mercado, a situação dos EUA é o que pesa mais hoje e explicaria o descolamento entre o comportamento do dólar no exterior e aqui. Segundo ele, a economia norte-americana está fraca e deve continuar assim por muito tempo. Isso tira força da divisa norte-americana, como ocorreu hoje no exterior, e contrariando os últimos movimentos internacionais da divisa dos EUA. Ao mesmo tempo, para cobrirem posições na sede, as empresas e bancos norte-americanos estariam retirando dólares de outros países. E isso explicaria movimentos como o de hoje no mercado doméstico de câmbio, onde o dólar sobe, mesmo que se mostre de lado no exterior.

Turismo

No segmento de câmbio turismo, o dólar subiu 1,06% e atingiu o nível de R$ 1,903 (venda); para compra, foi cotado em média a R$ 1,773. Em janeiro, acumula alta de 2,86%. O euro turismo foi negociado em média a R$ 2,683 (venda) e R$ 2,403 (compra), variação de +0,60% no dia e alta acumulada de 1,63% no mês. O euro comercial subiu 1,14% nesta sexta-feira e fechou a R$ 2,57.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host