UOL Notícias Notícias
 

22/01/2010 - 20h16

Dow Jones tem a pior semana desde março de 2009

Nova York - O mercado de ações norte-americano fechou em baixa pela terceira sessão seguida, pressionado pelas preocupações de que o plano da Casa Branca para o setor bancário e a restrição ao crédito na China vão significar um aperto mais amplo nos empréstimos. Também pesou sobre o mercado a incerteza sobre a confirmação de Ben Bernanke para um segundo mandado no comando do Federal Reserve (Fed, banco central norte-americano) - que a cada dia acumula mais votos "não" - às véspera do encontro de política monetária do banco central, nos dias 26 e 27 de janeiro.

O noticiário corporativo, por sua vez, não colaborou. Embora os lucros do quarto trimestre anunciados pela American Express, Google e Advanced Micro Devices (AMD) tenham superado as estimativas dos analistas, os números falharam em ficar à altura das elevadas expectativas ou de ofuscar as preocupações sobre as restrições bancárias nos EUA e o aperto monetário na China.

O índice Dow Jones caiu 216,90 pontos (-2,09%) e fechou com 10.172,98 pontos - maior queda desde 30 de outubro de 2009. Nas últimas três sessões, o Dow Jones acumulou um declínio de 552,45 pontos ou 5,15%. Na semana, o índice registrou uma desvalorização de 4,12%, marcando sua pior semana desde o período encerrado em 6 de março de 2009.

American Express liderou as perdas entre os componentes do índice Dow Jones, com uma queda de 8,47%, apesar de ter anunciado um lucro quase três vezes maior no quarto trimestre, refletindo um aumento nos gastos dos consumidores de 8%. Contudo, os analistas disseram que o mercado já havia precificado tal crescimento. Entre as empresas que divulgaram resultados, as ações do Google caíram 5,66%, enquanto as da AMD despencaram 12,12%.

No setor de commodities, os preços dos metais e do petróleo caíram, refletindo a erosão no otimismo econômico: Alcoa -5,96%, Chevron -2,16% e ExxonMobil -0,90%.

O índice S&P-500 caiu 24,72 pontos (-2,21%) e fechou com 1.091,76 pontos - pior desempenho desde 30 de outubro. Na semana, o S&P-500 caiu 3,90%, marcando a pior semana desde outubro.

O índice Nasdaq perdeu 60,41 pontos (-2,67%) e fechou com 2.205,29 pontos - maior queda em um dia desde outubro. Na semana, o Nasdaq recuou 3,61%, marcado a pior semana desde outubro. As informações são da Dow Jones.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host