UOL Notícias Notícias
 

25/01/2010 - 17h35

Dólar avança, mas feriado em SP esvazia negócios

São Paulo - A segunda-feira foi de negócios esvaziados no câmbio doméstico, em razão do feriado em comemoração aos 456 anos da cidade de São Paulo. O dólar comercial fechou hoje em alta de 0,33% a R$ 1,821. A taxa máxima registrada durante as negociações foi de R$ 1,825, enquanto a taxa mínima ficou em R$ 1,814. A variação acumulada desde o início do mês é de +4,48%.

Na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), o dólar dos contratos à vista subiu 0,47% e fechou o pregão de hoje a R$ 1,823. Pouco depois das 16h30, a câmara de compensação (clearing) da BM&F registrava volume de somente US$ 211 milhões. Não houve transações com dólar futuro e demais ativos na BM&F.

No câmbio turismo, o dólar ganhou 0,21% no dia, cotado a R$ 1,907 (venda) e R$ 1,82 (compra). O euro subiu 0,26% no segmento turismo, para R$ 2,69 (venda) e R$ 2,59 (compra). O euro comercial (para operações de comércio exterior) registrou alta de 0,19% e fechou a R$ 2,575.

Com o centro financeiro do País fechado, as operações se restringiram às demais praças, que tentaram buscar no cenário externo alguma bússola para a definição das cotações. O clima no exterior, em geral, foi favorável, sustentado por notícias positivas da Grécia e a perspectiva de que a nomeação do Ben Bernanke para um segundo mandato à frente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) seja apoiada pelos senadores norte-americanos. O mandato de Bernanke termina dia 31 e o Senado votará a indicação para um segundo mandato nesta semana.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,48
    3,144
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,53
    75.604,34
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host