UOL Notícias Notícias
 

30/01/2010 - 13h08

SP está a 1 milímetro de bater recorde de chuvas

São Paulo - A cidade de São Paulo está a um milímetro de bater um recorde histórico de volume de chuva. Desde o dia 1º de janeiro, choveu na cidade de São Paulo 480,5 milímetros. O maior índice já registrado na Capital no mês, em 1947, foi de 481,4. As medições começaram a ser realizadas em 1943 pelo Instituto Nacional de Meteorologia.

De acordo com a previsão do Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), na tarde de hoje a variação de nuvens pode provocar pancadas de chuva. A temperatura máxima prevista é de 27ºC.

Segundo a Climatempo, na prática, 0,9 ou 1 milímetro não vai fazer diferença na vida da população da Grande São Paulo, que vem sofrendo com as chuvas neste mês. Somente na Capital, 12 pessoas morreram em decorrência de deslizamentos e alagamentos. Em todo o Estado, desde o dia 1º de dezembro, 68 pessoas morreram, 52 ficaram feridas, 3 permanecem desaparecidas. Duas cidades (Cunha e São Luiz do Paraitinga) entraram em estado de calamidade pública,

Em alguns momentos desta manhã, áreas na zona sul da Capital tiveram chuva moderada, mas praticamente não choveu na zona norte, onde está o Mirante de Santana. Porém, áreas de chuva que crescem no interior do Estado ainda avançam para a região da Grande São Paulo durante a tarde.

No domingo, segundo o CGE, o sol aparece entre nuvens e as temperaturas ficam mais elevadas à tarde. Na Capital, a máxima atinge 29ºC. Em função do calor, pancadas de chuva ocorrem no fim da tarde. Há risco de chuva forte em alguns bairros.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host