UOL Notícias Notícias
 

09/02/2010 - 08h14

Taxista mantido refém em porta-mala morre após batida

Em São Paulo

Uma perseguição a um táxi com quatro suspeitos dentro terminou na madrugada de hoje com a morte do taxista Sérgio Condack Nogueira, de 42 anos, no quilômetro 73,5 da pista sentido Valinhos da Rodovia Vereador Geraldo Dias (SP-332), em Jundiaí, no interior paulista. A vítima foi encontrada por policiais no porta-malas do veículo. Ele chegou a ser levado ao hospital, onde foi confirmada sua morte. 

Ao cruzarem com o veículo, policiais suspeitaram dos quatro ocupantes e realizaram a abordagem, dando início à perseguição, que só terminou após o rapaz que estava ao volante bater o carro contra um barranco. Ao abrirem o porta-malas do carro, os policiais encontraram o taxista, que era mantido refém, gravemente ferido e desacordado. 

Segundo a Polícia Militar (PM), não havia marca de tiros no corpo de Sérgio. A vítima foi encaminhada para o Hospital São Vicente de Paula, onde foi confirmada a morte do taxista. A polícia não sabe ainda se todo o grupo perseguido na rodovia participou diretamente do roubo do veículo e do sequestro do taxista. O caso será registrado no plantão da Delegacia de Polícia Participativa (DPP) de Jundiaí.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host