UOL Notícias Notícias
 

11/02/2010 - 08h00

Interdições prejudicam cinco rodovias paulistas

São Paulo - Cinco estradas estaduais paulistas estão com trechos totalmente interditados ao trânsito. Há cerca de 96 pontos de 53 rodovias que apresentam interferências menores de tráfego, como erosões, solapamentos e desvios, por causa das fortes chuvas de janeiro, às vésperas do feriado de carnaval - período em que até 2 milhões de veículos devem deixar a capital, conforme estimativa da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). A relação das obras e problemas, que varia diariamente, pode ser consultada no endereço www.der.sp.gov.br/documentos/barreiras.aspx.

Em duas das principais federais que passam por São Paulo - Via Dutra e Régis Bittencourt - os motoristas também vão deparar-se com desvios por causa de interdições e obras. Além da Régis, em Barra do Turvo, há dificuldades na Dutra, no quilômetro 197, em Arujá, na Grande São Paulo. Não há previsão de reabertura desse trecho.

As cinco estradas estaduais fechadas nos dois sentidos são as seguintes: SP-249 (Alfredo de Oliveira Carvalho), interditada desde o dia 4 no quilômetro 179, em Taguaí, por causa de uma queda de barreira; SP-304 (Geraldo de Barros), fechada no quilômetro 210, em São Pedro, pelo mesmo motivo, cujo trânsito será desviado para uma estrada de terra; SP-147 (Lázaro Cordeiro de Campos), no quilômetro 256, em Bofete, onde uma ponte caiu; SP-312 (Estradas dos Romeiros), no quilômetro 87, em Itu, tomada por queda de barreiras e árvores; e a SP-29, em Itapevi, Grande São Paulo, no acesso para a Rodovia Castelo Branco, onde as obras de reparo de um aterro que deslizou devem durar até 60 dias.

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) informou que as rodovias que dão acesso ao litoral norte, como a Mogi-Bertioga e a Osvaldo Cruz, muito castigadas pelas chuvas, estão passando por obras, mas não há grandes interferências no trânsito. O motorista deve prestar atenção, no entanto, nos desvios para pistas auxiliares. Na Mogi-Bertioga, um deles está localizado no quilômetro 88 e outro, no quilômetro 89. Na Osvaldo Cruz, no quilômetro 54,5 e no quilômetro 51,6. Essa estrada ainda tem pelo menos mais oito problemas de erosão e solapamentos na região de São Luiz do Paraitinga. A Rodovia dos Tamoios já foi reparada.

A Polícia Rodoviária Estadual prepara um esquema especial a partir de amanhã para o litoral. Segundo o tenente Luciano Tirelli, 250 policiais em 78 viaturas farão o policiamento na região. Equipes vão ficar de plantão, por exemplo, no quilômetro 18 e no quilômetro 28 da Rodovia dos Tamoios, onde os congestionamentos são comuns, para evitar roubos a motoristas. "Vamos ter blitze com bafômetros ao longo das estradas", alerta. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host