UOL Notícias Notícias
 

11/02/2010 - 19h31

Petróleo sobe a US$ 75,28 diante de apoio à Grécia

Nova York - Os preços dos contratos futuros do petróleo fecharam em alta, diante do ressurgimento do interesse dos investidores por ativos de risco após os líderes europeus assumirem o compromisso de ajudar a Grécia caso seja necessário. Os ganhos, no entanto, foram limitados pela expectativa do mercado com os dados oficiais sobre a posição dos estoques norte-americanos de combustíveis, que foram adiados para sexta-feira.

O contrato do petróleo para março negociado na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês) fechou em alta de US$ 0,76, ou 1,02%, a US$ 75,28 por barril. Na plataforma ICE, o contrato do petróleo tipo Brent para março subiu US$ 0,51, ou 0,7%, para US$ 73,05 por barril.

Os líderes europeus afirmaram, após uma reunião realizada mais cedo em Bruxelas, que oferecerão auxílio financeiro à Grécia caso seja necessário. O anúncio aliviou parcialmente os receios dos investidores com a situação fiscal de economias periféricas da zona do euro, mas não impediu o fortalecimento dos preços de ativos considerados seguros - como o dólar.

"Os mercados foram em duas direções diferentes tendo como base a situação grega", disse John Brynjolfsson, diretor-gerente do fundo de hedge Armored Wolf. "Embora estejamos esperando que a Alemanha e o Fundo Monetário Internacional apresentarão alguma solução para a Grécia, também sabemos que, nesse ínterim, há um pouco de apreensão."

No mercado de petróleo, os investidores também demonstraram cautela antes da divulgação do relatório semanal sobre os estoques de petróleo e derivados dos EUA. A divulgação do documento foi atrasada em dois dias por conta das nevascas que atingiram Washington durante a semana. Na terça-feira, porém, o órgão privado American Petroleum Institute (API) afirmou em seu relatório que os estoques de petróleo na semana encerrada em cinco de fevereiro subiram 7,195 milhões de barris.

Analistas consultados pela Dow Jones esperam que amanhã os dados do Departamento de Energia dos EUA (DOE) mostrarão um crescimento de 1,3 milhão de barris nos estoques de petróleo, alta de 100 mil barris nos de destilados e queda de 1,8 milhão de barris nos de gasolina. As informações são da Dow Jones.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h59

    0,27
    3,153
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h06

    0,76
    65.501,58
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host