UOL Notícias Notícias
 

18/02/2010 - 09h00

Carnaval 2010: 'mágica' da Tijuca leva 10 dos 5 jurados

São Paulo - Um dos pontos mais altos do desfile da Unidos da Tijuca, a comissão de frente, que arrancou gritos e aplausos do público, foi a única a ganhar nota máxima dos cinco jurados entre todas as escolas. A performance da comissão, formada por três grupos de seis bailarinos que, com o toque de seis mágicos, trocavam de figurino aos olhos do público, nasceu de uma ideia de Paulo Barros.

"Sempre gostei de ilusionismo. Tenho orgulho de dizer que participei, não gosto de ter alguém ditando ordens na comissão. Recebi vários projetos, mas eu queria que todo o sambódromo pudesse ver a mágica, não apenas uma parte da arquibancada", contou Barros, durante a apuração de ontem, na qual a escola sagrou-se campeã do carnaval carioca.

A comissão ensaiou durante meses para que o truque fosse executado com perfeição. A preparação contou com professores de teatro e de balé. As bailarinas apareceram com seis figurinos de cores, estampas e comprimentos diferentes. Atrás delas, um camarim com pesadas cortinas pretas servia de apoio à mágica, feita ora com a passagem de um enorme pano por cima dos integrantes, ora com uma espécie de tubo de tecido, e ainda com um uma chuva de papel picado.

O segredo da comissão foi tão bem guardado que nem na concentração da escola, a poucos minutos do desfile, era possível saber o que ela traria. Os coreógrafos Priscilla Mota e Rodrigo Negri, casados e solistas do Teatro Municipal do Rio, mantinham-se calados, à espera do grande momento. Priscila atribui as notas máximas a três fatores herdados do balé: "Disciplina, determinação e busca pela perfeição". "A gente achou que ia ser impossível, mas chegou a um protótipo e começou a ensaiar. Foi a perseverança."

Parte do truque foi revelada ontem por Paulo Barros: havia mais de 15 pessoas na comissão, o que fere o regulamento, e ele temia perder pontos por isso. Priscila preferiu preservar a brincadeira: "Você viu mais gente? Só havia 15 pessoas".

Sábado das campeãs

O vice-campeonato ficou com a Grande Rio, enquanto a Beija-Flor terminou em terceiro. Para o carnaval de 2011, o Grupo Especial não contará com a presença da Viradouro, de Niterói, rebaixada. Ela será substituída pela São Clemente, vencedora do Grupo de Acesso. No sábado, na festa das campeãs, além de Tijuca, Grande Rio e Beija-Flor, vão desfilar na Marquês de Sapucaí, a partir das 21 horas, Vila Isabel, Salgueiro e Mangueira, respectivamente quarta, quinta e sexta colocadas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,13
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,51
    63.760,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host