UOL Notícias Notícias
 

18/02/2010 - 15h46

Ribeirão Preto-SP apela à Justiça no combate à dengue

Ribeirão Preto - A Secretaria de Saúde de Ribeirão Preto já encaminhou ao Ministério Público Estadual (MPE) 22 processos, ainda sem resposta, com pedidos para a Justiça autorizar a abertura de imóveis nos quais os moradores não são encontrados ou se recusam a receber os agentes de controle de vetores, no combate ao mosquito Aedes aegypti.

"Houve uma pequena melhora em relação às residências fechadas, mas na região leste da cidade, onde temos mais casos de dengue, é que ainda enfrentamos esse problema", diz a secretária municipal de Saúde, Carla Palhares. Ela afirma que o município não interrompeu os trabalhos preventivos e que a estiagem, que não ocorreu no final de 2009, também impediu que ocorresse a diminuição de casos da doença.

Ribeirão Preto já tem 1.312 casos de dengue neste ano e aguarda o resultado de um caso suspeito de morte (a vítima tinha várias doenças). Na noite de ontem, o serviço de nebulização em dois bairros foi suspenso devido à chuva e foi remarcado para a próxima semana.

Existem 300 agentes do Controle de Vetores em campo, com reforço de agentes comunitários. Segundo a supervisora de campo do Controle de Vetores, da região leste, Angela Benício, existem muitos terrenos, com mato alto, que ajudam a proliferação do mosquito, e em bairros com prédios a recusa em abrir as portas chega a até 70%. Em muitos casos, os moradores saem cedo para trabalhar e, como só retornam à noite, não são encontrados.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host