UOL Notícias Notícias
 

19/02/2010 - 18h07

Marinha envia fragatas para buscar tripulação de veleiro

Rio - Um rebocador e duas fragatas da Marinha brasileira foram enviadas para a região onde naufragou o veleiro canadense, a cerca de 560 quilômetros (300 milhas náuticas) da costa do Rio de Janeiro. As 64 pessoas a bordo sobreviveram.

O veleiro-escola havia partido de Recife, no último dia 8, e estava a caminho de Montevidéu, no Uruguai, quando afundou em alto-mar devido aos fortes ventos. Toda a tripulação - 48 alunos e 16 profissionais - escapou em quatro balsas salva-vidas.

O Concórdia emitiu o sinal de socorro por volta das 17 horas de quarta-feira. A Marinha acionou a Força Aérea Brasileira, que sobrevoou a região do naufrágio. Às 20 horas, a primeiro balsa foi localizada. A Marinha, então, entrou em contato com três navios mercantes que estavam na região - Hokuetsu Delight, Cristal Pionner e SE Stao Knutsen -, que resgataram os náufragos.

As embarcações da Marinha foram enviadas para transportar os tripulantes para o Rio, já que os navios mercantes vão seguir suas rotas. A previsão é que a primeira fragata alcance os navios na madrugada de sábado.

Ainda não se sabe como será feita a transferência entre as embarcações - se por bote, balsa ou helicóptero. Tudo depende das condições do mar e dos ventos (a Marinha havia emitido alerta de que os ventos na região podiam atingir até 65 km/h. Não há previsão de horário para a chegada dos estudantes e seus professores à capital.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h40

    -1,34
    3,138
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h44

    0,72
    70.517,46
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host