UOL Notícias Notícias
 

01/03/2010 - 11h55

Petróleo sobe a US$ 79,97 o barril em NY

Nova York - Os contratos de petróleo registram alta, em consequência do terremoto que atingiu o Chile no sábado e afetou a produção de cobre. De acordo com investidores, a catástrofe pode dar impulso às commodities (matérias-primas) em geral.

Às 11h43 (de Brasília), o contrato futuro de petróleo com vencimento em abril subia 0,39%, para US$ 79,97 por barril, na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês) eletrônica. Na plataforma ICE de Londres, o mesmo contrato avançava 0,48%, para US$ 77,96 por barril.

Investidores afirmam que uma alta acima de US$ 80,62 (máxima atingida na sexta-feira) pode sinalizar uma volta do petróleo para US$ 83 por barril, onde estava no início do ano. Por outro lado, uma queda abaixo de US$ 79 por barril pode apontar um declínio na direção dos US$ 77.

"O mercado tentou se manter em US$ 80,50 por barril na sexta-feira e não conseguiu. Portanto, muitas pessoas tiveram que sair. Mas o terremoto no Chile muda todo o cenário", observou Tony Rosado, corretor da GA Global, em Nova York. Segundo ele, os ganhos nos preços do cobre, em resposta a problemas na produção no Chile, provavelmente vão estimular compras em todas as commodities.

A companhia chilena de petróleo Enap afirmou que fechou duas refinarias após o terremoto e deverá importar derivados em breve. As informações são da Dow Jones.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,02
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,02
    75.974,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host