UOL Notícias Notícias
 

01/03/2010 - 07h06

Tóquio avança 0,5% com ajuda do cobre após terremoto

Tóquio - A Bolsa de Tóquio fechou com ganhos modestos nesta segunda-feira, ajudada pelas ações de metais não-ferrosos depois do forte terremoto no Chile, que puxou para cima os preços do cobre. O setor bancário também teve um rali ante uma melhora de recomendação. "O impacto destes fatores pode se dissipar hoje e o mercado vai se concentrar novamente no plano de resgate para a Grécia", disse um analista. O índice Nikkei 225 avançou 46,03 pontos, ou 0,5%, e fechou aos 10.172,06 pontos.

O volume de negócios foi o menor das últimas duas semanas. Segundo os analistas, os ganhos do dia foram sustentados parcialmente pelas esperanças de que a União Europeia esteja perto de anunciar mais medidas concretas para enfrentar a crise da dívida soberana da Grécia. Contudo, para Eiji Kinouchi, analista-chefe da Daiwa Securities Capital Markets, é cedo para ser otimista, já que o euro não oscilou muito.

As ações ligadas a matérias-primas fecharam em alta, uma vez que os preços do cobre deram um salto com as preocupações de que a oferta possa ser interrompida pelos danos à infraestrutura causados pelo terremoto chileno. Na Bolsa de Metais de Londres, os futuros do cobre apresentavam alta de 3,4% em relação ao after-hours de sexta-feira. As informações são da Dow Jones

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host