UOL Notícias Notícias
 

04/03/2010 - 11h53

Bolsas de NY abrem em alta com dado de emprego

Nova York - Os índices das principais bolsas de Wall Street abriam em alta hoje, com o mercado beneficiado pela queda de 29 mil do número de trabalhadores norte-americanos que entraram pela primeira vez com pedido de auxílio-desemprego na semana passada. Analistas projetavam uma queda menor, de 23 mil. Às 11h33 (de Brasília), o índice Dow Jones avançava 0,27%, o Nasdaq registrava alta de 0,14% e o S&P 500 subia 0,23%. O aumento da produtividade nos EUA no quarto trimestre de 2009, a uma taxa anual sazonalmente ajustada de 6,9%, maior que a de 6,5% prevista, também anima as bolsas.

No âmbito corporativo, as varejistas estarão em destaque hoje. Boa parte delas anunciou aumento de suas vendas em fevereiro ante igual mês do ano passado, graças à base fácil de comparação e apesar das tempestades de inverno que assolaram os EUA no mês passado. As vendas da varejista para adolescentes Zumiez vieram mais fortes que o esperado.

O Wal-Mart anunciou que está elevando seu dividendo em 11%, para US$ 1,21 por ação no ano fiscal atual, de US$ 1,09 por ação do ano passado. A Boeing foi elevada pelo UBS de vender para neutra. O banco também melhorou a recomendação para a Coca-Cola, para compra. Walt Disney, por sua vez, subiu para compra na avaliação do Bank of America Merrill Lynch.

Já a Ciena Corp anunciou aumento do prejuízo trimestral e traça uma meta conservadora para o trimestre em curso. A cervejaria Anheuser-Busch InBev anunciou Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) trimestral aquém das previsões e apresentou uma perspectiva cautelosa para este ano. As informações são da Dow Jones.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host