UOL Notícias Notícias
 

04/03/2010 - 19h59

Dow Jones sobe 0,46% no dia e fica positivo no ano

Nova York - Os principais índices de ações das Bolsas americanas aceleraram os ganhos no final da sessão com ajuda de um fluxo de compras, em meio a uma redução na tensão relacionada à Grécia - após uma oferta soberana de bônus - e dados positivos de vendas no varejo e do mercado de trabalho - na véspera do relatório principal sobre o emprego nos EUA.

O índice Dow Jones subiu 47,38 pontos (0,46%) e fechou com 10.444,14 pontos, voltando a ficar positivo no acumulado do ano desde janeiro, com um ganho de 0,15%. O Nasdaq subiu 11,63 pontos (0,51%) e fechou com 2.292,31 pontos. O S&P-500 avançou 4,18 pontos (0,37%) e fechou com 1.122,97 pontos.

As ações da gigante do setor de entretenimento Walt Disney registraram o melhor desempenho entre as componentes do Dow Jones, com uma alta de 2,94%. O Bank of America Merrill Lynch elevou seu rating de investimento sobre a Disney de "neutra" para "comprar", citando expectativas de uma "nascente" recuperação no consumo, projetos de expansão de capital e elevadas esperanças para os novos filmes e crescimento da tevê a cabo.

A Coca-Cola subiu 1% depois que o UBS elevou seu rating de investimento para a ação de "neutra" para "comprar", dizendo que vê uma oportunidade de compra e que considera a decisão de comprar sua engarrafadora "o movimento certo" no longo prazo.

O UBS também elevou seu rating de investimento para a Boeing, que subiu 1,71%. O banco de investimentos disse que suas pesquisas mostram uma proporção maior de companhias aéreas buscando acelerar as entregas de aeronaves ao invés de adiá-las, o que seria a primeira vez desde setembro de 2008.

O setor de varejo registrou um desempenho positivo depois que as companhias anunciaram um crescimento de 4% nas vendas em fevereiro no conceito mesmas lojas, resultado que superou as expectativas dos analistas consultados pela Thomson Reuters, que era de um aumento de 2,9%. Target subiu 2,44%, Gap avançou 1,33% e JC Penney fechou em alta de 2,19%.

A Walmart Stores subiu 0,56% depois que a gigante do setor de varejo elevou seu dividendo anual em 11%.

Os investidores também foram animados pelo declínio maior que o esperado no número de novos pedidos de auxílio-desemprego requeridos na semana passada, assim como a revisão em alta dos dados da produtividade do trabalhador americano. Contudo, os dados de vendas pendentes de imóveis residenciais e de encomendas à indústria desapontaram os investidores. As informações são da Dow Jones.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    0,31
    3,232
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h20

    -0,44
    74.157,38
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host