UOL Notícias Notícias
 

05/03/2010 - 15h35

Bolsas europeias fecham em alta com dado dos EUA

Londres - As bolsas europeias fecharam em forte alta e completaram uma série de seis sessões seguidas de avanço, após o relatório do mercado de trabalho (payroll) mostrar um quadro bem melhor que o esperado do mercado de trabalho dos Estados Unidos. Os bancos estiveram entre os líderes dos ganhos, com o francês Société Générale avançando 4,8% e o britânico Standard Chartered em alta de 3,5%. Os bancos irlandeses tiveram um desempenho particularmente forte, como o Allied Irish Banks e o Bank of Ireland, que mostraram avanços de dois dígitos.

A eliminação de 36 mil postos de trabalho nos Estados Unidos em fevereiro - era esperado um corte de 75 mil vagas - foi vista como um sinal positivo para a economia dos EUA. As encomendas industriais alemãs também deram um salto, subindo 4,3% em janeiro, acima do esperado no mês. As ações das montadoras subiram após o payroll, com a Fiat avançando 4,57%, e os papéis preferenciais da Volkswagen subindo 3,26%.

No nível regional, o índice CAC-40 da Bolsa de Paris subiu 2,14% para 3.910,42 pontos, enquanto o índice FTSE 100 da Bolsa de Londres ganhou 1,31% para 5.599,76 pontos. O índice DAX da Bolsa de Frankfurt teve alta de 1,42% para 5.877,36 pontos. O índice IBEX35 da Bolsa de Madri teve alta de 2,55% para 11.019,80 pontos.

Na semana, o DAX de Frankfurt avançou 4,98%, enquanto o CAC-40 de Paris teve alta de 5,44%. O FTSE 100 de Londres fechou em alta semanal de 4,58%, enquanto o IBEX35 de Madri avançou 6,64%.

O primeiro-ministro grego, George Papandreou, está em Berlim, onde terá reunião com a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, para assegurar o apoio europeu para o seu país.

As mineradoras também ganharam na Europa, com as ações da Rio Tinto em alta de 2,68%. As negociações entre produtores de metal e siderúrgicas da Ásia estão atualmente em curso, e fortes reajustes são esperados para o preço contratual de referência do minério.

As ações da Xstrata subiram 5,56% após sua acionista, a empresa de comércio de metais Glencore International, ter anunciado que planeja pagar pelo menos US$ 2,25 bilhões à mineradora em dinheiro, por vários ativos carboníferos na Colômbia. As informações são da Dow Jones.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,22
    3,148
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h22

    0,64
    65.099,56
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host