UOL Notícias Notícias
 

05/03/2010 - 14h42

Petróleo é negociado a US$ 81,36 o barril em NY

Nova York - Os contratos futuros de petróleo chegaram a ser negociados hoje acima de US$ 82 o barril em Nova York, com os investidores buscando ativos de maior risco, tais como petróleo e ações. A notícia de que a economia dos Estados Unidos perdeu menos empregos que o esperado em fevereiro animou o mercado.

Às 14h36 (de Brasília), nas transações eletrônicas da Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês), os contratos futuros de petróleo com vencimento em abril subiam 1,40%, para US$ 81,36 o barril, depois de registrarem preço máximo durante o dia de US$ 82,07 por barril. No mesmo horário, na ICE Futures de Londres, os contratos futuros de petróleo tipo Brent com vencimento em abril avançavam 1,53%, para US$ 79,74 o barril.

Pela manhã, o Departamento do Trabalho dos EUA informou que a economia perdeu 36 mil vagas em fevereiro, ante expectativas de um declínio de 75 mil vagas. A taxa de desemprego ficou estável em 9,7%, contrariando expectativas de aumento para 9,8%. No entanto, o Departamento do Trabalho observou que as intensas nevascas que atingiram o país no mês passado podem ter afetado os dados do emprego.

Uma queda no desemprego pode sinalizar uma recuperação nos gastos de consumo, um importante condutor da demanda por petróleo, especificamente para a gasolina. Existem preocupações de que, se permanecer alto, o desemprego vai limitar os gastos com viagens e férias. Isso também resultará em menor fluxo de pessoas em trânsito a caminho do trabalho, o que manteria o consumo de combustível fraco.

Phil Flynn, analista da PFG Best, disse que ainda é preciso verificar se os dados do mercado de mão de obra serão suficientes para manter o impulso de alta do petróleo e sustentar os preços acima da marca de US$ 80 por barril. Segundo ele, alguns participantes do mercado podem ver a melhora nos dados como um indicador de aperto monetário, o que poderá "fortalecer o dólar e reduzir parte do otimismo relacionado a uma demanda mais forte de petróleo". As informações são da Dow Jones.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    11h49

    -0,43
    3,262
    Outras moedas
  • Bovespa

    11h56

    1,79
    62.774,63
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host