UOL Notícias Notícias
 

06/03/2010 - 13h33

Traficantes cariocas são transferidos para Mossoró (RN)

Rio - Onze traficantes do Rio foram transferidos hoje pela manhã para o presídio federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte, por determinação do juiz da Vara de Execuções Penais (VEP) da capital, Carlos Augusto Borges. A transferência foi um pedido do secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, feito no dia 24 de fevereiro, e teve como objetivo impedir que os criminosos articulem ações no Estado.

Entre eles, está Ederson José Gonçalves Leite, o Sam, que comandava as bocas de fumo da Cidade de Deus, na zona oeste do Rio, até ser preso, em agosto do ano passado. Na favela, foi instalada há um ano uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), que trabalha para sufocar o tráfico e coibir o trânsito de pessoas armadas pelas ruas. A experiência é bem sucedida em morros da zona sul, como Dona Marta, Pavão-Pavãozinho, Cantagalo, Tabajara, Cabritos, Babilônia e Chapéu Mangueira e está também no Batam, na zona oeste.

Na noite da última terça-feira, um grupo da Cidade de Deus incendiou um micro-ônibus da linha Alvorada-Madureira que passava por um dos acessos à favela, deixando 13 pessoas feridas. Graças à ajuda de algumas vítimas, que deram informações para a confecção de retratos-falados, cinco suspeitos foram identificados pela polícia.

Eles teriam atacado o ônibus em represália à prisão de um suspeito de tráfico pouco antes com grande quantidade de cocaína, por PMs que integram a UPP. Não há confirmação de envolvimento do traficante Sam com o crime.

Além dele, foram transferidos Luiz Carlos Gomes Jardim (Luiz Queimado), Luiz Paulo Gomes Jardim (Paulinho Madureira), Antônio Ilário Ferreira (Rabicó), Márcio Gomes de Medeiros Roque (Marcinho do Turano), Patrick Salgado Souza Martins (Patrick do Vidigal), Edmilson Ferreira dos Santos (Sassá), Juliano Gonçalves de Oliveira (Juca), José Benemário de Araújo (Benemário), Tiago Rangel da Fonseca (TH) e Bruno Coutinho (Brunaldo).

São traficantes que atuavam em diferentes pontos do Rio e também na Região Metropolitana. Estavam, até ontem, no Complexo Penitenciário de Bangu. Embarcaram num avião da Polícia Federal, sob esquema forte de segurança, por volta das 11 horas. A penitenciária de Mossoró foi aberta em julho do ano passado é a quarta unidade construída pelo governo federal para o isolamento de presos perigosos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,97
    3,127
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,99
    64.389,02
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host