UOL Notícias Notícias
 

08/03/2010 - 08h35

DPs vazios levam à extinção função de carcereiro em SP

Em São Paulo

A grade da delegacia se fecha e logo o prisioneiro grita: "Carcereiro, carcereiro". Tantas vezes repetida em filmes e novelas, essa pode virar uma cena do passado. Projeto de reestruturação das carreiras policiais civis de São Paulo acaba com sete das atuais 14 funções, incluindo a de carcereiro. Suas tarefas passarão a ser exercidas por um novo tipo de profissional, um polivalente que se chamará agente de polícia. A nova profissão uniria em uma só as funções do carcereiro, a do motorista e a do responsável pela telecomunicação.

O plano da Polícia Civil entregue à Secretaria da Segurança Pública prevê a extinção dos primeiros mil cargos de carcereiros. O projeto ficou pronto na semana passada, depois de quase sete meses de estudos. O documento foi feito em conjunto pela Delegacia-Geral com as entidades de classe da polícia - três delas resistem às mudanças apresentadas no projeto.

A transformação, porém, é apoiada por carcereiros. "Nós achamos o projeto muito bom. Ele dá dignidade aos carcereiros, uma carreira cujo valor sempre foi pouco reconhecido", disse Eraldo Faria, da Associação dos Carcereiros. Ele não se incomoda com o fim da mais antiga função policial do Estado. "Ela data do Brasil Colônia, quando havia as enxovias; então, quando o preso fugia, o carcereiro era obrigado a ficar em seu lugar como punição", conta Sérgio Roque, vice-presidente da Associação dos Delegados.

Existem 3 mil carcereiros no Estado. No passado, eles foram responsáveis por cadeias famosas, como a do Deic, na Rua Brigadeiro Tobias - desativada nos anos 1980. Era uma época em que até 250 presos dividiam celas para 40 homens. Havia rodízio para dormir. "Às vezes, os presos matavam seus colegas por causa do espaço", diz Faria. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    09h40

    -0,08
    3,274
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host