UOL Notícias Notícias
 

19/03/2010 - 10h22

Bovespa abre sessão perto da estabilidade

São Paulo - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) abriu o dia perto da estabilidade, à espera da divulgação do balanço de 2009 da Petrobras, após o encerramento do pregão. "Hoje é um dia que vai ser difícil de passar", comentou um operador, antevendo um pregão arrastado. Isso deve ocorrer pelo menos até terminar o vencimento simultâneo de contratos de índices e futuros de ações e opções (quadruple witching) nos Estados Unidos. O vencimento quádruplo em Nova York termina perto do horário de almoço. Às 10h20, o índice Bovespa (Ibovespa) avançava 0,15%, para 69.800 pontos.

A expectativa dos especialistas é de que a Bovespa continue oscilando ao redor dos 70 mil pontos ainda por algum tempo, até que se tenha uma visão mais clara da recuperação norte-americana e do ritmo de aperto monetário na China. "É isso o que vai reger a retomada da economia mundial", afirma Mirela Rappaport, sócia da InvestPort.

Além da agenda esvaziada do dia, que não prevê a divulgação de indicadores importantes nos EUA e no Brasil, a Bolsa se depara com a falta de vitalidade das commodities (matérias-primas). Os metais básicos operam sem direção única em Londres, tolhidos pelo avanço do dólar ante o euro e pela indefinição sobre a crise na Grécia.

Hoje, a Associação do Ferro e do Aço da China (Cisa, na sigla em inglês) confirmou que a Vale pediu às siderúrgicas chinesas um reajuste de 90% a 100% no preço de referência do minério de ferro para 2010. No caso da Petrobras, as expectativas estão voltadas para a divulgação do balanço da companhia. O anúncio foi adiado por três semanas, por conta da incompatibilidade na agenda dos ministros que compõem o Conselho de Administração da estatal.

Analistas esperam que a companhia registre lucro líquido de R$ 7,353 bilhões no quarto trimestre de 2009, um valor em linha com o apurado no quarto trimestre de 2008 (R$ 7,355 bilhões). O lucro líquido no ano de 2009 deve atingir R$ 28,206 bilhões, um valor 16,8% menor que o de 2008. O cálculo leva em consideração uma média entre as previsões dos resultados feitas por dez instituições financeiras.

As ações das empresas do bilionário Eike Batista continuam sendo monitoradas pelos investidores, após a oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) da OSX Brasil ter movimentado R$ 2,817 bilhões, abaixo do máximo previsto pela empresa, inicialmente de R$ 9,9 bilhões.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host