UOL Notícias Notícias
 

26/03/2010 - 15h50

Ex-presidiário se passa por médico em Sorocaba-SP

Sorocaba, SP - O ex-presidiário Fernando Luiz da Silva, de 48 anos, usou um jaleco furtado para se apresentar como médico num hospital de Sorocaba, no interior de São Paulo. Ele foi flagrado pelas câmeras de monitoramento instaladas nos corredores internos da Santa Casa de Misericórdia.

As imagens, gravadas no último final de semana, mostram quando o falso médico passa pelos seguranças na recepção e percorre várias instalações, inclusive o centro de terapia intensiva do hospital. No vestiário dos médicos, ele pegou e vestiu o jaleco usado para procedimentos com pacientes. Silva manuseou fichas de pacientes e conversou com funcionários, mas não participou de atendimentos.

As imagens, mostradas por uma emissora de televisão, foram vistas por agentes da Penitenciária Antonio Souza Neto (P2) de Sorocaba. Eles reconheceram Silva, que havia cumprido pena por furto e estelionato até dezembro do ano passado. A Polícia Civil apurou que ele é natural de Belo Horizonte (MG), mas foi preso em Guarulhos, na Grande São Paulo, em 2007. No final da pena, foi transferido para o regime semiaberto, em Sorocaba. A polícia acredita que o impostor estava à procura de documentos dos médicos ou equipamentos usados no hospital.

De acordo com a direção da Santa Casa, ele se identificou para funcionários e outros médicos como doutor Fernando e dizia ser plantonista. Ao sair, levou consigo o jaleco.

O hospital reforçou o sistema de controle do acesso de funcionários. A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Sorocaba procura o falso médico. Os policiais acreditam que, pela desenvoltura com que ele atuou na Santa Casa, Silva pode ter agido em outros hospitais.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host