UOL Notícias Notícias
 

06/04/2010 - 19h50

Anvisa vai acompanhar reações a vacina contra gripe

Brasília - A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e o Ministério da Saúde lançaram um protocolo dirigido a profissionais de saúde para acompanhar eventuais reações provocadas pela vacinação contra gripe H1N1. O documento observa ser importante organizar um esquema para investigar eventuais problemas, apesar de relatos feitos até agora em todo o mundo mostrarem que a vacina é bastante segura.

O plano descreve como deve ser feita as notificações e investigações de casos suspeitos de eventos adversos. O sistema deve funcionar durante toda a estratégia de vacinação e se estender até seis semanas depois do encerramento da campanha.

O Ministério da Saúde divulgou hoje balanço sobre a primeira etapa da campanha, que vacinou profissionais de saúde. De acordo com ministério, foram imunizadas 2,2 milhões de pessoas, o equivalente a 88% do público alvo.

De acordo com a pasta, foram vacinadas até agora 8,6 milhões de pessoas. Nesta semana, teve início a terceira etapa da estratégia, destinada a jovens de 20 a 29 anos. Eles terão até o dia 23 para ir a um posto de saúde.

O Ministério da Saúde prorrogou também para esse período a imunização de gestantes, crianças de 6 meses a menos de 2 anos e pessoas com doenças crônicas. Não é necessário apresentar atestado médico comprovando gravidez ou a sua situação de saúde.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h49

    -0,73
    3,259
    Outras moedas
  • Bovespa

    15h58

    1,40
    64.109,44
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host