UOL Notícias Notícias
 

07/04/2010 - 14h42

Bolsas da Europa fecham em baixa com commodities

Londres - Os índices do mercado europeu de ações recuaram das recentes máximas em meio à retração das companhias do setor de commodities, à queda de bancos gregos e à perda de valor dos papéis da Renault depois da assinatura de um acordo com as montadoras Daimler e Nissan. O índice pan-europeu Stoxx 600 recuou 0,2%, para 268,94 pontos, depois de ter encerrado a sessão de ontem em 269,37 pontos, seu maior nível desde 25 de setembro de 2008. As companhias do setor de commodities também avançaram ontem, mas hoje perderam terreno, com a mineradora Antofagasta caindo 2,4%.

Dados revisados divulgados hoje pela Eurostat mostraram que a economia da zona do euro (grupo dos 16 países que adotam o euro como moeda) ficou estável nos últimos três meses do ano passado em comparação com o terceiro trimestre e teve contração de 2,2% em relação ao mesmo período de 2008. Anteriormente, a agência havia divulgado que o Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro cresceu 0,1% no quarto trimestre ante o terceiro trimestre e recuou 2,1% ante o quarto trimestre de 2008.

"Nós acreditamos que o crescimento do PIB da zona do euro ficará limitado na casa de 1,0% em 2010. A provável fragilidade da recuperação alimenta a expectativa de que o Banco Central Europeu (BCE) mantenha as taxas de juro baixas em 1,00% não somente na quinta-feira, mas no decorrer do ano", disseram economistas da IHS Global Insight.

Enquanto isso, uma contração maior do que a esperada da economia da Grécia levou o governo do país a elevar sua previsão de déficit orçamentário em 2009 para entre 12,8% e 12,9% do PIB, pouco acima da estimativa anterior de 12,7%. Os temores com relação à Grécia pesaram sobre o euro, que chegou a atingir a mínima no dia de US$ 1,3325.

Na bolsa de valores de Atenas, o índice composto ASE caiu 3%, fechando em 1.987,58 pontos, com as ações dos bancos do país entre as mais afetadas. Os papéis do EFG Eurobank Ergasias caíram 7,5%; os do banco Piraeus perderam 5,7% de seu valor. Ainda no setor financeiro europeu, as ações do Allied Irish Banks avançaram 14% depois de analistas do Royal Bank of Scotland terem melhorado a recomendação sobre a instituição irlandesa.

No setor automobilístico, as ações da Renault caíram 1% depois do anúncio de uma parceria com a Daimler, cujos papéis recuaram 0,2%, e com a Nissan. A Renault aumentará seu capital acionário em 3,8% para participar do negócio. Nos principais mercados de ações da Europa, o índice FTSE-100, de Londres, fechou em 5.762,06 pontos, uma queda de 0,32%. Em Paris, o CAC-40 caiu 0,67%, encerrando as operações em 4.026,97 pontos. Em Frankfurt, a queda do índice Xetra-DAX foi de 0,48%, terminando o pregão em 6.222,41 pontos. As informações são da Dow Jones.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host