UOL Notícias Notícias
 

09/04/2010 - 10h38

Bolsas de NY abrem em alta de olho na Grécia

Nova York - Depois de uma semana conturbada, em meio a temores em relação à situação fiscal da Grécia e dúvidas em relação ao yuan, o mercado de ações em Nova York abriu em alta e pode operar no azul no último dia da semana, com a notícia de que União Europeia e o Fundo Monetário Internacional (FMI) devem socorrer a Grécia ajudou a acalmar os ânimos. Às 10h35 (de Brasília), o Dow Jones subia 0,25%, o Nasdaq ganhava 0,14% e o S&P 500 avançava 0,27%.

O presidente da União Europeia, Herman Van Rompuy, disse em entrevista publicada hoje no jornal francês Le Monde que a União Europeia está preparada para intervir e ajudar a Grécia a sair da crise financeira e as autoridades europeias trabalham nos detalhes relacionados ao mecanismo do plano de apoio financeiro ao país. Os ventos começaram a mudar em Wall Street ontem, por causa dos bons resultados do comércio varejista em março e da proximidade do início da temporada de balanços, na próxima semana. As vendas no comércio varejista subiram 9,1% em março, o melhor resultado em dez anos.

Hoje, às 11 horas (de Brasília), é a vez do Departamento do Comércio anunciar dados sobre os estoques e as vendas do setor atacadista em março. A estimativa de analistas é de crescimento de 0,3%. Depois de conversas ásperas recentes, China e Estados Unidos acenaram para uma trégua com a visita ontem do secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Timothy Geithner, à China. E deu força à expectativa de que a China promova uma mudança cambial e permita que o yuan tenha valorização, que é o que os EUA querem.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,84
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,35
    68.594,30
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host