UOL Notícias Notícias
 

15/04/2010 - 16h56

BC faz dois leilões e leva dólar de volta a R$ 1,75

São Paulo - O Banco Central surpreendeu o mercado hoje ao realizar dois leilões de compra de dólares no segmento interbancário à vista, algo que não acontecia desde 13 de julho de 2007, segundo o próprio BC. A autoridade monetária passou a comprar dólares diariamente no mercado desde 8 de maio do ano passado, mas manteve desde então a prática de realizar apenas um leilão. Para os operadores, entretanto, a segunda atuação hoje foi correta porque a primeira compra de hoje, feita até 12h52, "não fez absolutamente nada" na liquidez existente, segundo um profissional. Por isso, a alternativa foi voltar às compras, no leilão realizado até 15h19. No primeiro, a taxa de corte das propostas foi fixada em R$ 1,7424 e, no segundo, em R$ 1,744.

Após a segunda intervenção, a taxa de câmbio, que caiu em boa parte da manhã e início da tarde, inverteu o sinal, passou a subir e voltou ao patamar de R$ 1,75. A taxa mínima registrada hoje foi de R$ 1,734 por dólar durante a sessão, enquanto a máxima ficou em R$ 1,754. No fechamento das negociações, o dólar comercial foi cotado a R$ 1,753, alta de 0,34% no dia. No mês, o dólar acumula baixa de 1,57% e no ano, alta de 0,57%. O euro comercial caiu 0,25% no dia para R$ 2,379. Na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), o dólar à vista encerrou o pregão a R$ 1,7499, alta de 0,07%.

Para José Carlos Amado, operador de câmbio da Renascença Corretora, "o mercado não tem comprador mesmo, ele (BC) tem de tentar ser mais agressivo", já que há muitos recursos no mercado. Ovídio Soares, operador da Interbolsa Brasil, afirmou que, historicamente, quando o BC entra na parte da manhã, é sinal de que há algum fluxo de dólares. Quando compra à tarde, é uma atuação "mais sistemática, para manter a prática". No caso de hoje, o operador acredita que o BC tenha feito um segundo leilão por ter percebido realmente que o primeiro não foi suficiente.

No segmento de câmbio turismo, o dólar subiu 0,54% para R$ 1,853 (venda) e R$ 1,73 (compra). No mês, o dólar turismo acumula queda de 1,44% e no ano, leve alta de 0,16%. O euro turismo recuou 0,24% no dia para R$ 2,487 (venda) e R$ 2,31 (compra) - no mês, tem queda de 1,58% e no ano, baixa de 5,80%.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h20

    -0,20
    3,260
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h23

    0,82
    63.178,40
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host